12/07/2012

Resenha - Fablehaven: Onde as Criaturas Mágicas se Escondem


Nome: Onde As Criaturas Mágicas Se Escondem
No Original: Fablehaven
Autor (a): Brandon Mull
Tradutor (a): Alexandre D'Elia
Páginas: 368
Editora: Rocco
Comprar: Submarino - Siciliano - Saraiva - Cultura
Sinopse: Enquanto seus pais viajam num cruzeiro, os irmãos Kendra e Seth, de 13 e 11 anos, respectivamente, vão passar férias na casa dos avós Sorenson. Mal podiam se lembrar de haver passado algum tempo com eles, a não ser em visitas pouco frequentes e breves demais para que surgisse algum laço verdadeiro. Moravam numa propriedade herdada na época em que seus pais se casaram. Ao chegar à fazenda, encontram o avô sozinho, já que a avó está “misteriosamente” desaparecida. Lá, conhecem ainda os estranhos caseiros Dale e Lena. A casa é velha, mas grande e em bom estado de conservação, com um resplandecente jardim florido. Kendra e Seth se hospedam no sótão, uma alegre sala de jogos, espaçosa, limpa e bem iluminada, repleta de brinquedos antigos e curiosos. Para mantê-los ocupados, o avô passa uma missão aos meninos: desvendar a utilização de seis misteriosas chaves e um diário com três fechaduras. E uma única recomendação: que eles não entrem na floresta em volta da casa nem se aproximem do estábulo, em hipótese alguma. Durante séculos, criaturas místicas foram reunidas em um refúgio oculto chamado Fablehaven, um verdadeiro santuário que existe para impedir a extinção de gnomos, fadas, bruxas e todo tipo de seres encantados. A floresta é cercada e protegida por leis ancestrais, que mantêm a ordem entre trolls gananciosos, sátiros maliciosos, bruxas conspiradoras, diabretes rancorosos e fadas ciumentas.

Quando descobri essa série no início do ano fiquei bem animada, parecia o tipo certo de série de fantasia e ao ver que já tinham três livros lançados decidi comprar. Com um pouco de sorte um mês depois encontrei os livros em um preço inacreditável. Só não sei por que demorei tanto para ler, aliás, são tantas opções que fico até perdida. Fablehaven vai além de magia e dois intrépidos heróis. O enredo construído é mais complexo, mais rico e consegue fugir da fórmula comum em séries do gênero. De personagens realistas a um universo mágico fascinante a história de Brandon Mull me conquistou e entrou para minha curta lista de favoritos.

Os pais de Kendra e Seth estão de saída para um cruzeiro na Escandinávia e eles vão passar dezessete dias na propriedade dos avós Sorenson. É uma espécie de sítio, fazenda, cercada por vários quilômetros de floresta. Kendra está desanimada, não tem muito contato com os avós e não pode imaginar passar tantos dias sem fazer nada. O avô deixa claro que eles podem fazer o que quiser no sótão onde vão dormir, podem usar a piscina, mas não devem entrar na floresta e nem no estábulo de jeito nenhum. O avô diz que é por causa de carrapatos. Sob o risco de ficarem todos os dias até a volta dos pais presos no quarto. Kendra está tranquila, o jardim é lindo, a piscina é ótima e pode ler já Seth não consegue parar de pensar em explorar a floresta. Claro que ele desobedece ao avô, enquanto explora a floresta Kendra desvenda o uso das chaves que o avô lhe deu no primeiro dia, descobre um velho diário e começa observar Dale no seu estranho hábito de dar leite às borboletas. Quando Seth decide quebrar mais uma vez a regra de entrar na floresta e Kendra decidi investigar mais de perto a dica do diário que achou com as chaves as coisas começam a mudar. Beba o leite significava muito mais do que Kendra imaginava.

Não vou nem usar o típico "a partir daí" porque o livro não tem isso. É a partir da primeira página mesmo. Com a capa e a sinopse imaginamos encontrar fadas, bruxas, troll e muita magia assim que eles chegam à casa do avô, mas como estava enganada. O autor faz muito melhor do que entregar tudo na bandeja. Ele desenvolve uma história muito gostosa de ler, cercada de detalhes finos e com personagens tão reais em suas características que desde o começo me liguei a eles. Seth e Kendra lembraram-me demais do meu irmão e eu. Quando era mais nova morava em sítio, eu e meu irmão temos a mesma diferença de Seth e Kendra, além disso a capacidade dele irritar é a mesma que Seth tem. E não é algo ruim, ele não é um personagem irritante. Ele me irritou como meu irmão me irritava. Foi uma boa lembrança, uma boa conexão. Achei a relação de Seth e Kendra uma coisa tão real, tão bem descrita. Isso sem falar de Lena, Dale e do avô deles, Stan Sorenson.

A narrativa tem um ritmo próprio, agradável, sem atropelos e principalmente sem cair no estilo “jovens salvando o mundo em uma aventura de pistas, amuletos, etc”. Brandon Mull com esse primeiro livro contou uma história ótima e introduziu um mundo a ser explorado. A série tem cinco livros e com muita destreza o autor preparou um terreno infinito de possibilidades. As criaturas, os seres são fascinantes, imaginativos, inovadores e alguns novos bem criativos. Além de aguçar a curiosidade do leitor com várias coisas contou uma história fechada. Kendra e Seth passaram dezessete dias que invejo. Que bom seria se tivesse vivido em um lugar como Fablehaven. Os detalhes que o autor fornece deixa tudo tão claro que é impossível não ter vontade de morar em um lugar daquele.

Do princípio ao fim do livro são vários sentimentos. No início você pode achar um personagem chato, mas ao final vai adorá-lo. É um juvenil muito bom de ler, surpreende na medida certa e até além da conta em algumas partes. É uma leitura rápida, gostosa, leve e que deixa você muito curioso a seguir em frente o quanto antes. Ao final só consegui pensar no que estar por vir. Kendra e suas novas chances, Seth e sua língua grande.

A edição da Rocco está perfeita, folhas amareladas e fonte agradável, além disso, a capa é a original. Brandon Mull criou algo rico, criativo, diferente e que entrou para lista de favoritos. É um universo que merece ser adaptado para o cinema, o quanto antes e o mais fiel possível de preferência. Os direitos de adaptação já foram comprados, mas o imbecil do produtor vive passando outros filmes na frente pelo que entendi. O bom é que você pode ler antes do filme sair. Recomendo a todos que gostam de uma boa série. Saudades de Harry e Percy? Fablehaven é uma boa, uma ótima pedida. Nada de parecido entre elas, mas vai te conquistar do mesmo jeito. É o mesmo sentimento ao ler. De que encontrou mais uma “a” série. Leiam! Tem magia, mistérios, segredos e personagens ótimos que vão te conquistar de cara. Imperdível! Até mais!

21 comentários:

  1. Adorei sua resenha e fiquei com bastante vontade de ler! Adoro fantasia e pelo que você diz, essa não é apenas mais uma série...
    Gostei muito da capa, dá uma sensação de magia e mistério!

    ResponderExcluir
  2. Amei sua resenha! Deu para ver que você se empolgou com a série e isso é tão raro hoje em dia. Sabe encontrar uma série que ganhe lugar entre as boas e que mexem com a gente. Vou tentar ler, mas tá bem caro nos links ai em cima, ok 35,90 não é tanto, mas quanto você pagou e onde? Adorei o mistério, e o peronagens parecem bons. A capa é mesmo um charme. E o bom é que é uma série de 5 livros já completa, sem livros infinitamente. Ótimaaa resenha! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não lembro onde comprei, mas paguei 28,70 de acordo com minha planilha de gastos com livros. :) Espero que encontre pois o livro vale muito a pena. Obrigada pelo comentário.

      Excluir
  3. Primeiro lugar que vejo esse livro/série, to meio desinformada sobre séries e tal. Sua resenha me deixou curiosa e com vontade de ler. Bem que podia se parceria da Rocco para ter promo porque to bem sem dinheiro. Hahaha. Curiosa e já vou adicionar na lista. Grande a resenha mas nem deu para ver, li rápido e muito boa como sempre! Bjo =D

    ResponderExcluir
  4. É chato pegar um livro de fantasia e encontrar uma mesmice, mas é muito bom encontrar um diferente daquilo que está acostumado a ver. Adoro Percy e com essa série tenho certeza de que quando tiver a oportunidade não será diferente.

    ResponderExcluir
  5. Esse livro deve ser ótimo mesmo! Onde você conseguiu comprar? Poxa, devia ter colocado o link, Yasmin! Ainda bem que não é mais um conjunto de "vamos salvar o mundo".
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre coloco quatro opções. Repara na introdução da postagem, na ficha do livro abaixo de editora e antes de sinopse. No Submarino é onde está mais barato, mas ainda assim mais caro do que paguei. :) Obrigada pelo comentário.

      Excluir
  6. Curiosidade. Eu já tinha visto esse livor, mas pensei que não valeria a pena ler. Nem me importei de ler uma sinopse sequer. Agora tudo o que me resta a respeito desse livro é curiosidade. E fascinação, adorei essa ideia, totalmente nova.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da capa, demonstra bem a magia do livro. Gosto muito desse tipo de enredo, mas faz tempo que não leio nada assim. Estou mais para romances ultimamente, mas com certeza gostaria de conhecer essa historia, parece fantastica. Bjkss

    ResponderExcluir
  8. Perfeita. Não li nda deste autor ainda fica ai a sugestão.

    ResponderExcluir
  9. Percy, Percy, Percy(amo, amo, amo. kkk)

    Gosto de livros de fantasia, esse aí vai direto pra minha lista de desejados sem pestanejar.

    Bjs, Laila.

    ResponderExcluir
  10. Não to muito pra fantasias... E pela sua resenha até vou guardar o nome, mas pela capa eu não leria, rs, não gostei. Mas vou esperar resenha de um bom romance. ^^

    ResponderExcluir
  11. Querendo muito ler esse livro \o/ Deve ser demais.
    Depois dessa resenha maravilhosa. Parabéns, adoro suas resenhas.

    ResponderExcluir
  12. Nossa! Essa série parece ótima e mais uma para lista. Adoro magia e a mitologia dessa série parece tudo o que gosto. Ótima resenha mesmo! E as capas são lindas, espero encontrar um bom preço porque adorei!

    ResponderExcluir
  13. Para fãs de Harry e Percy? Eba, acho que tô dentro hein!

    ResponderExcluir
  14. AAAAA...Eu quero achar onde eles se escondem. Adorei a história e pelo que você disse na resenha parece ser ótimo. Amo livros infanto juvenis e esse parece que será o próximo da minha lista de queridinhos.

    Adorei

    Thais Vianna
    @dathais

    ResponderExcluir
  15. Aii gente, que nostalgia. Voltei a minha fase dos 12 anos lendo livros assim. Gostaria muito de ler pra reviver essa fase gostosa. Que história bem diversa pra todas as idades, essa.. gostei muito.

    ResponderExcluir
  16. Eu amo esse tipo de história.Não conhecia esse livro e sua resenha me fez ficar com vontade de ler. Mas como é uma série mais longa e ainda tem livros para serem traduzidos, vou esperar.

    ResponderExcluir
  17. Parece perfeito! Vi agora você comentando da semana Fablehaven e tive de vir comentar nela. Ainda não sabia quase nada da série, só vi você comentar dela no twitter, mas parece o tipo perfeito que eu amo. Vários seres encantados e irmãos de protagonista? Perfeito. Preciso ler, e espero encontrar um dia num preço acessível, amei tudo o que disse da história. Capa linda também. Amei a resenha! Bjs!

    ResponderExcluir
  18. Olá Yas... li a resenha do segundo, e fiquei meio perdida, e acabei não gostando muito... mas vim aqui saber do inicio, e me deparo com uma série original, criativa, diferente, fantástica. Juro que não é meu estilo favorito, parece juvenil ao extremo, mas não faz mal né hihi. E claro que se não pode entrar na floresta, é na floresta que se entrará... com uma ordem de não entrar já é visto que tem algo estranho lá... e é visto que vai ser uma aventura rica... Adoro ideia de irmãos, a trama parece ser gostosa e divertida... não parece ser pesada a leitura... a capa é linda... uma ótima pedida de leitura (;
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Adorei conhecer a série, parece muito rico e com uma mensagem por trás dos personagens muito bela, adorei mesmo ter essa chance. Já li as outras resenhas e vim comentar nessa que é começo de tudo, parece ser bem divertido e o que mais gosto é que a história amadurece, deixando de ser tão juvenil assim. Adorei a resenha! Bjo para ti!

    ResponderExcluir

Respeito é bom e eu gosto.
Não use palavras grosseiras, seja educado.
O blog é um lugar amigável, aja de acordo.