21/11/2013

Resenha - Frágil Eternidade


Nome: Frágil Eternidade
No Original: Fragile Eternity
Autor (a): Melissa Marr
Tradutor (a): Maria Beatriz Branquinho da Costa
Páginas: 400
Editora: Rocco
Comprar: Submarino - Siciliano - Saraiva - Cultura
Sinopse: No terceiro volume da série Wicked Lovely, o amor e as disputas entre seres mágicos e mortais mais uma vez estão em cena. O jovem Seth, como qualquer apaixonado, quer ficar perto de sua amada Aislinn para sempre; mas muita coisa mudou na vida da menina desde que ela foi escolhida pelo sedutor Keenan, o Rei da Corte do Verão, para ser sua rainha. Dividida entre sua vida normal e um destino do qual parece ser incapaz de fugir, Aislinn precisará enfrentar desafios e tentações que jamais poderia imaginar em mais um emocionante capítulo deste arrebatador conto de fadas do século XXI.

Desde que comecei a série minha impressão sobre a história mudou bastante, principalmente porque ao contrário do que imaginei antes de ler o primeiro livro Melissa Marr não segue uma linha linear e por isso a cada novo livro fico ansiosa para saber quais os planos da autora. Logo que vi o terceiro livro entre os lançamentos da Rocco soube que ele seria em um tom diferente. Com páginas a mais e uma história ramificada em diversos pontos de vista este terceiro livro é um divisor na história da série em diversos os sentidos.

Logo nas primeiras páginas somos surpreendidos por mais pontos de vista do que o já visto na série. E é assim que mergulhamos as tensões que as quatro cortes enfrentam. De um lado temos Seth, o mortal que passeia livremente pelas três cortes. Seja por causa de seu namoro com Aislinn ou por sua amizade com o rei Sombrio e a rainha do Inverno, Seth se encontra em uma situação que pode ser perigosa. Ele é uma pela chave no tabuleiro que vem se formando. E a rainha da Alta Corte vendo os caminhos que giram em torno de Seth decide tomar algumas decisões arriscadas. Sua irmã gêmea, seu oposto, Bananach, a meio corvo, que pulsa discórdia e caos está em busca de guerra e sangue. Manipulando peças e impelindo as cortes para a guerra com seus sussurros. Seth se sente impotente. Ele é mortal, sabe que mais dia, menos dia Keenan terá o que quer. Terá Aislinn e ela não enxergará o rei do Verão como ele realmente é, mesquinho, egoísta e manipulador. Donia, a rainha do Inverno ama Keenan, mas sabe de seus sentimentos por Aislinn, por mais que ele a ame Donia sabe que a corte de Keenan falará mais alto. Niall, o rei Sombrio está vendo Seth cada vez mais confuso e Keenan não hesitaria em lhe fazer mal. E por causa do amor entre Aislinn e Seth a guerra há tanto fomentada pelas quatro cortes pode finalmente acontecer. Até Seth ir parar na Alta Corte. Seth conseguirá a imortalidade tão almejada? E qual será o preço e as consequências de sua imortalidade?

É a partir dessa premissa que a história se desenvolve. Seth, um cara simples que só queria amar a garota que sempre foi sua amiga, encontra-se agora como peça chave nos jogos e manipulações das quatro cortes do mundo encantado. E Melissa Marr sabe aproveitar com destreza e perspicácia uma situação que em outras tramas seria apenas mais um triângulo amoroso bobo. A autora constrói uma trama intrincada, cheia de possibilidades em torno da situação incomum de Seth e Aislinn, usando-o de forma inteligente na trama central da série. A narrativa está mais cadenciada, fluindo em um ritmo entrecortado, com uma ambientação criativas e bem descritas. O universo criado por Marr mais uma vez surpreende pela riqueza e mistura inteligente de mitologias e contos.

Os personagens dessa vez mostram lados desconhecidos e se movem da história de forma curiosa. Ao invés de seguir o curso normal geralmente tomado na ficção, Marr opta por trazer conflitos realistas e situações comuns da vida para a história. Colocando Seth da maneira que colocou a autora tornou seus personagens mais reais e humanos. E isso enriqueceu a trama central de forma única. Com a guerra se aproximando e os personagens lutando contra desconfianças, mentiras e traições a história fica mais interessante e complexa. É nítido o crescimento da autora nessa nova história, que marca a virada da série. Mais sombria e mais densa do que poderia imaginar a história nos deixa com questões urgentes em aberto. Um final sem dúvida satisfatório, sem muitas respostas, mas que cria o terreno para um fim cheio de surpresas e mudanças.

Leitura rápida, instigante e criativa, que apresenta um outro lado tanto da história, como do universo e dos personagens. O estilo narrativo de Melissa Marr amadureceu e a história reflete isso, principalmente nos personagens, que mudam o tom da história com suas ações mais complicadas. A edição da Rocco está ótima, desde a fonte, a tradução, até a capa. A história da série, por tal cheia de faces e por possuir um universo tão rico e intrincado ficaria melhor adaptado como série e torço para que um dia acontece. O mundo criado por Melissa Marr é fantástico, e o desenrolar da trama está cada vez mais intrigante. Recomendado a todos que procuram uma série de fantasia diferente, que se desenrola de forma única, com intrigas, segredos, traições, romance e um mundo muito interessante. Leiam! Até mais!

Wicked Lovely - Melissa Marr
1- Terrível Encanto
2- Tinta Perigosa
3- Frágil Eternidade
4- Sombras Radiantes
5- Darkest Mercy

11 comentários:

  1. Oiiii, ouvi já falar da série, mas apenas por nome. Amei essa capa *-*. Não sabia do que se tratava os livros, e vejo que é bem interessante. Ouvi ótimas criticas sobre a autora e tua resenha que está linda só me deu mais certeza disso. Uma ótima pedida de leitura. a trama deve ser muito interessante (: Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha! Ansiosa para ver a próxima. Quando comecei a ler a série também imaginei que seria uma fantasia sobre mundo de fadas, elfos, bruxas e essas coisas, mas fiquei surpresa porque cada livro é super diferente. Não gostei no começo, mas amei o livro dois e esse então acabou se tornando uma das minhas séries favoritas. Li esse tem pouco tempo e estou ansiosa para ler o próximo, aguardarei sua resenha. Amei mesmo tudo o que disse e concordo contigo sobre a Melissa. Bjo!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, parece ótimo! Gosto desse estilo de narrativa não linear, em que os fatos são colocados e explicados aos poucos.

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  4. Adorei... Adoro histórias não lineares em que os fatos vão sendo revelados aos poucos... A temática parece bem envolvente...

    Bjs, isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  5. Eu não conhecia essa seria mais adorei!
    Mas vou procurar sobre os livros anteriores...Pois achei super interessante =)
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. super resenha, parece ser muito bom esse livro, adorei dmais a capa e já quero ler

    ResponderExcluir
  7. A muito tempo atrás li o livro um, mas achei melhor esperar terminar a série.
    Amo essa série. Gosto dos personagens, e lá no fundo no livro 1 queria que Aislinn terminasse com o Keenan.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Eu acho que li o primeiro e me esqueci da série, esperarei sair os outros livros para ler tudo de uma vez só. Espero que a série tenha um bom final depois de tantos livros.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Sinceramente, não li a resenha pq não quero spoilers, ainda estou no primeiro livro, adoro o jeito como a escrita da Melissa prende o leitor.

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro a série e estou esperando comprar o quarto para ler, mas amei a resenha, eu não resisto em ler e até que não achei spoilers, eu adoro as capas e gostei de tudo que você falou, a Melissa é brilhante com o ar sombrio da série e estou bem ansiosa para comprar logo o 4 e poder ler os dois juntos. Ótima sua resenha, abraços!

    ResponderExcluir

Respeito é bom e eu gosto.
Não use palavras grosseiras, seja educado.
O blog é um lugar amigável, aja de acordo.