24/06/2013

Resenha - Laços de Sangue


Nome: Laços de Sangue
No Original: Bloodlines
Autor (a): Richelle Mead
Tradutor (a): Ana Ban
Páginas: 440
Editora: Seguinte
Comprar: Submarino - Siciliano - Saraiva - Cultura
Sinopse: Sydney estava encrencada. Em sua última missão, ela tinha ajudado a dampira Rose Hathaway a escapar da prisão, e essa aliança foi considerada uma traição grave, já que vampiros e dampiros são criaturas terríveis e antinaturais, ameaças àqueles que os alquimistas devem proteger - os humanos. Com sua lealdade colocada em questão, Sydney se sente obrigada a voluntariar-se para uma tarefa nada agradável - ajudar a esconder Jill Dragomir, uma princesa vampira que está sendo perseguida por rebeldes que querem o poder. Caso ela seja capturada e assassinada, a rainha Lissa ficará sem nenhum parente vivo e, como manda a lei, terá de abdicar do trono - o que culminará numa guerra civil tão sangrenta no mundo dos vampiros que certamente afetará a humanidade. Assim, pelo bem dos humanos, Sydney aceita se disfarçar de estudante e passa a conviver diariamente com Jill e seu guardião Eddie, quando os três são matriculados como irmãos no último lugar em que qualquer um procuraria a realeza dos vampiros - a Escola Preparatória Amberwood, em Palm Springs, na Califórnia. Mas entre uma pizza e outra, entre um jogo de minigolfe e uma conversa sobre garotos, ela começa a ter a sensação de que talvez esses seres estranhos não sejam tão maus assim, principalmente Adrian, um vampiro muito próximo de Jill que desperta os sentimentos mais contraditórios - e proibidos - em Sydney... O problema é que além de refletir sobre suas convicções e se preocupar com o seu coração, que anda acelerando mais do que deveria, a garota terá de encarar outros inconvenientes um pouco mais graves, como as tatuagens que viraram febre entre os alunos da escola e que parecem conferir poderes sobrenaturais a quem as usa. De que ingredientes elas eram feitas? Quem estaria por trás disso? Será que havia algum alquimista traidor entre eles? Caberá a Sidney resolver todos esses mistérios e garantir a paz entre os humanos antes que seja tarde demais.

Quando vi que a Seguinte ia começar a lançar Richelle Mead percebi que era hora de dar uma chance aos vampiros. Sempre ouvi diversos comentários sobre como Mead é uma autora excepcional, mas nunca tive oportunidade de ler por vários motivos e principalmente o meu receio sobre como a mitologia dos vampiros seria desenvolvida. Conhecendo apenas o básico do mundo criado pela autora recebi uma prova do livro e não podia ter me surpreendido mais. O livro nos traz um universo rico, bem elaborado e repleto de mistérios coroado com um ótimo desenvolvimento e trama.

A sinopse já fala bastante do corpo da trama. Sydney é uma alquimista educada em casa e criada num rígido sistema de crenças. Sua vida não está fácil desde que teve sua lealdade questionada, mas acaba conseguindo ser enviada para uma nova missão. Ela não quer que sua irmã mais nova faça a tatuagem e entre no mundo sem opções dos alquimistas, mas acaba odiando a ideia de ter que prestar contar a Keith. O pai de Sydney acha que Keith é um garoto de ouro, mas só Sydney sabe o crápula pedante que ele é. A missão parece simples, viver ao lado de Jill e protegê-la pelos próximos meses na ensolarada Palm Springs. A ideia de frequentar uma escola também parece boa já que durante toda a sua vida estudou em casa, mas dividir o quarto com uma Moroi não é nada animador. Sydney passou a vida aprendendo que vampiros, tanto Moroi quanto Strigoi são criaturas antinaturais assim como os dampiros e sua magia. São criaturas com a alma marcada. Mas com o passar do tempo Sydney percebe que viver ao lado de Jill e Eddie é quase normal. E a estranheza inicial entre ela e Adrian quase não existe. Quando Jill descobre que na cidade as tatuagens no estilo dos alquimistas é o maior sucesso entre estudantes pelos seus mais variados fins ela se depara com a chance de refazer sua imagem com os alquimistas, mas as desvendar e acabar com esse esquema acaba se colocando no centro de assassinatos perigosos, que revelarão muito mais do que ela imagina. Uma traição surpreendente e uma descoberta que abalará tudo o que Sydney sempre teve como certo.

A premissa básica é essa, lembrando que Richelle Mead estende nesse primeiro volume o já consolidado universo de vampiros e alquimistas. Vários elementos e conceitos podem soar estranho no começo, mas a autora consegue situar o leitor que não leu sua série anterior e o sentimento de que está faltando algo é muito superficial. A narrativa em primeira pessoa limita o nosso campo de visão as experiências e aos conceitos de Sydney, o que torna mais interessante para o leitor que está conhecendo esse mundo agora. A tão elogiada escrita de Mead me surpreendeu. Assim como a fluidez que a trama se desenvolve. Uma leitura extremamente leve e natural, que se encaminha com suas voltas e reviravoltas de forma fácil e interessante.

A autora nos prende pela riqueza de seu universo, desde sua complexa organização até seus rígidos conceitos sobre certo errado e de sociedade. Através da voz narrativa de Sydney sentimos a limitação e os preconceitos do mundo apresentado pela autora. As atitudes e a forma de pensar de Sydney podem deixar os mais aflitos descontentes, mas dentro do contexto da história ela é ótima. Seus medos e receios são justificados. Fiquei impressionada como sua vida é arraigada a conceito tão preconceituosos. Os personagens secundários também são outro fator que chama atenção. São todos bem desenvolvidos a seu modo e com participação na trama. Fiquei muito curiosa para conhecer mais detalhes do universo da série. Mead nos apresenta um novo conceito de vampiros que achei bastante fascinante. Com descrições pontuais e uma ambientação marcante a trama se desenrola com facilidade e imerge o leitor de forma única.

O final foi uma surpresa, não contava com aquela reviravolta final e gostei muito do vi afinal a outra trama, sobre as tatuagens foi bem óbvia. Gostei muito mais do que supus a princípio e como primeiro volume o livro cumpre bem seu papel de introduzir não só a história como os que ainda não conheciam o universo. Como será que Sydney vai reagir diante das descobertas do final? Ela não pode negar para sempre o que os alquimistas tanto querem negar. Será que seus preconceitos vão começar a ceder?

Leitura rápido, muito agradável, com uma escrita fluida e uma história que prende o leitor com sutileza em um universo rico, cheio de mistérios, seres e conceitos interessantes. Uma história que instiga o leitor em todos os sentidos. A edição da Seguinte está ótima, sem erros, gostei da arte da capa e do relevo. Recomendado a todos que procuram uma história com ação aliada a bons personagens e um universo inovador. Leiam! Até mais!

Bloodlines - Richelle Mead
2- O Lírio Dourado
3- O Feitiço Azul
4- The Fiery Heart
5- Sem Título Ainda
6- Sem Título Ainda

25 comentários:

  1. Achei interessante a história, apesar de um pouco confusa. Mas também pra entender esse novo universo é preciso ler o livro, não é? A resenha só deixa aquela curiosidade de conhecer mais da história.
    Entrou pra minha não tão pequena lista de vou ler.

    Até mais!
    http://oblogdazoey.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie :)

    Nossa eu estou com vontade de ler essa série, por tudo o que você falou na sua resenha acho que ela combina comigo, mas o tamanho me desanima :( beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  3. Eu li vampire academy, então ja estava curiosa por Bloodlines. Gostei bastante de saber que é tudo que eu esperei e um pouquinho mais. Confesso que a Sydney já era uma das minhas favoritas, agora mais ainda.
    Não perderei de jeito nenhum
    *-*

    ResponderExcluir
  4. Eu quero muito ler Vampire Academy, mas devo ler Bloodlines primeiro. Adorei a resenha e o que falou sobre o mundo. Sempre fiquei curiosa de ler Mead e sua resenha acertou no tom de me deixar com vontade. Sydney parece ótima. Ótima resenha *-*

    ResponderExcluir
  5. Impossível não se apaixonar pela Richelle, leia Academia de Vampiros também, é incrível! Bom, ainda não comprei esse livro e estou me roendo de ansiedade, também achei a edição da Seguinte ótima! Adorei a resenha :)

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro a escrita da Richelle, amo VA, então eu já estava esperando esse lançamento há um tempo. Eu já conheço bastante da história desse livro, assim que eu voltar a comprar livros, esse já está no topo da minha lista. Eu espero gostar desse da mesma forma que eu amo VA.

    ;**

    ResponderExcluir
  7. Tem muitos pra eu babar querendo. Esse é o problema :S
    Vishi, vou ter de me virar pra bancar esse vício por Adrian agora xD
    É bem boa essa nova série não é? Ao menos o primeiro livro promete bastante coisa boa. Espero que valha a pena, pois adoro essa outra série da autora e espero que a nova seja tão boa quanto.

    ResponderExcluir
  8. Série interessante! Ótima resenha *-*

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o livro. Fico na dúvida se leio ele agora ou espero ganhar. Acho que não aguentarei tanto assim. Você me deixou muito curiosa com esse livro. Vou ler muito ele. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Eu sou super fã de VA, e no lançamento de BL eu fiquei um pouco receosa com essa série. Richelle tem uma narrativa incrível, gosto muito das reviravoltas na história. Agora, eu estou mega curiosa pra ler Bloodlines. Tem muitas pessoas que acham confuso o universo criado e a mitologia que ela usa. Mas eu acho bem bolado e diferente. :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Atualmente comecei a ler VA, e já estou amando o livro e também acho que vou gostar muito da série.Gostei muito da premissa e fiquei curiosa pra ler esse spin-off. Otima resenha! bjos

    ResponderExcluir
  12. UHU! Um livro que nos leva ao mundo dos alquimistas! Tô dentro! Não curto vampiros, mas pela premissa da autora, até que poderia dar uma arriscada neste título, e pelo seu comentário o final parece bem legal!

    ResponderExcluir
  13. Olá,que legal adoro esse mundo sobrenatural,com vampiros,é muito legal!su resenha ficou demais e com certeza quero ler esse livro que me parece maravilhoso!bjos

    ResponderExcluir
  14. Não li a serie Academia de Vampiros apesar de ter os 3 primeiros e nem sabia sobre esse livro, gostei muito da capa e quis ler a resenha que foi uma surpresa pra mim ser da mesma autora, quero muito ler e acho que vou começar a ler essa séria antes da que eu já tenho.

    ResponderExcluir
  15. Eu sou mega suspeita pra falar da escrita da Mead já que ela me conquistou e hoje sou louca por esse mundo que ela criou. Meu personagem favorito em VA é Adrian então vc pode imaginar minha curiosidade com esse livro! Muito bom saber que a Richelle mantém seu padrão na escrita e trazendo novos mistérios. Fiquei bem curiosa com esse final hein!!

    ResponderExcluir
  16. Adoro os livros da Rachelle Mead, Li a série VA e não vejo a hora de ler Laços de sangue, espero
    que seja tão boa quanto VA.

    ResponderExcluir
  17. Não li nada da autora, mas tenho muita curiosidade em ler Academia de Vampiros e agora, o spin-off Laços de Sangue.
    Acho que vou ler primeiro VA e depois Laços de sangue para me familiarizar com os personagens e seu histórico.
    Poxa, Laços de sangue é uma série bastante grande, não? 6 livros até agora?

    ResponderExcluir
  18. Eu adoro séries! Grudo e sou abduzida totalmente!!! Como eu tenho medinho de spoiler , vou apostar que vai valer a pena ler! Bora colocar nos desejados :)

    ResponderExcluir
  19. Comecei a ler recentemente a serie va da Richelle Mead. E Vampire Academy é uma ótima saga, e eu estou ansiosa para ter muito mais livros dessa grande autora.

    ResponderExcluir
  20. Muitas pessoas já recomendaram a saga de Richelle para eu ler pois sabem do meu gosto por vampiros, mas não tive a oportunidade de ter em mãos os livros. Porém, com os filmes vindo por aí, talvez seja a deixa para eu finalmente ter essa chance! Sei que ela é uma excelente escritora e seus livros conquistam milhares de fãs.

    ResponderExcluir
  21. Ainda não li nada da Richelle Mead, mas já ouvi falar muito bem dela! Achei a trama muito interessante, e com essas capas lindas que a Seguinte fez dá mais vontade de ler!!! O máximo que li sobre vampiros até agora foi em 'Cidade dos Ossos' (mas não aparecem muito) e 'Alma?', mas achei diferente que nessa série eles têm mais de um tipo/raça... e fiquei curiosa pra saber o que exatamente são 'dampiros' heheh

    ResponderExcluir
  22. Eu sempre ouço elogios à obra da Richelle Mead mas ainda não li nenhum ddos livros dela. Eu não gosto muito de séries longas e apesar de gostar muito de histórias de vampiro ainda não me animei a começar.

    ResponderExcluir
  23. Adoro VA e estou louca para ler Laços de Sangue desde que lançou nos EUA.
    Estou morrendo de saudades do Dimitri, da Roza e do Adrian e apesar de Laços de Sangue não ser narrado pela Rose vai ser bom matar a saudade deles.
    Ótima resenha *-*

    Beijos =D

    ResponderExcluir
  24. Estava esperando o último de VA sair para ler e agora que já tenho e li estou doida para comprar esse Laços de Sangue, lutando para ter paciência de aguentar até novembro assim como os dois primeiros, amei a resenha, mal posso esperar para ler, adoro a autora, amei as capas e tudo o que disse na resenha! Abs!

    ResponderExcluir
  25. Gostei da capa, amei a resenha e desejo ler o livro, mas estou desanimada, pois são 6 livros e esse desdobramentos que os autores andam fazendo, está ficando cansativo. Mas se valer a pena.... eu leio.

    ResponderExcluir

Respeito é bom e eu gosto.
Não use palavras grosseiras, seja educado.
O blog é um lugar amigável, aja de acordo.