02/01/2012

Resenha - A Lista de Schindler


Nome: A Lista de Schindler
No Original: Schindler's List
Autor (a): Thomas Keneally
Páginas: 532
Editora: BestBolso
Sinopse: Durante a Segunda Guerra Mundial, enquanto o regime nazista enviava milhares de prisioneiros aos fornos de Auschwitz, o industrial alemão Oskar Schindler abrigava centenas de judeus em sua fábrica, de onde ele finalmente os transferia em segurança para a Tchecoslováquia. Um lugar na lista de Schindler significava a única chance de sobrevivência para um prisioneiro judeu. Oskar Schindler, o herói do Holocausto, é retratado de modo inédito e comovente pelo romancista Thomas Keneally, que passou dois anos entrevistando sobreviventes beneficiados por Schindler em sete países: Austrália, Israel, Alemanha Ocidental, Áustria, Estados Unidos, Argentina e Brasil.

Sempre gostei de livros que retratam ou tem como plano de fundo a segunda grande guerra mundial e nunca tinha lido uma história tão real da época. Apesar de já conhecer por alto a história o comprei para completar o valor que eu queria da compra e ele ficou por muitos meses na estante até que resolvi dar uma geral nos clássicos. Thomas Keneally conseguiu contar uma história de modo delicado e sendo extremamente cuidadoso para que nenhum fato irreal fosse narrado. 

Por páginas e mais páginas acompanhamos a vida de Oskar Schindler, um homem de negócios que aproveitou a máquina da guerra para fazer dinheiro. Mantendo bons contatos a base de muitos presentes caros e luxuosos ele não se encaixa em nenhum grupo. Não é nazista declarado e nem um militante pró judeus. Ele assiste com dúvida e sentimentos otimistas essa caça aos judeus. Em 1940 ele achava que era só eles se manterem fortes, saudáveis e longe de encrencas para sobreviver, mas os anos foram passando e do mesmo lugar de expectador ele assiste horrorizado as constantes aktions no gueto de judeus de Varsóvia. Quando a fábrica começa a perder funcionários constantemente e em os nazistas surgem com a solução final Schindler com ajuda (muito bem pega) de Amom Goethe faz um feito inacreditável. Ele consegue resgatar 300 mulheres de Auschwitz, e é verdade! Comovente a história de Schindler. Os planos de mudar a rota dos comboios de judeus que iam de Varsóvia para Auschwitz eram audaciosos. Com muita coragem, contatos decisivos e a certeza de que aquilo era o correto Oskar salvou mais de mil judeus da morte certa. Com cabanas no fundo de sua fábrica ele abrigou e com a ajuda da esposa cuidou e alimentou dos judeus antes de eles irem em segurança para outros países.

A narrativa do livro é diferente e o autor parece estar sentado na nossa frente contando aquela história. A princípio achei um pouco cansativa, mas ao passar das páginas a história vai ficando tão interessante que você nem percebe a forma narrativa. As descrições tão nítidas dos absurdos da SS são fortes e muito benfeitas. Acredito que parte disso se deve aos depoimentos que o autor coletou dos sobreviventes. Quem sobrevive a aquilo tudo com certeza não esquece. Dizem que o filme aproveitou muito bem isso e é repleto de cenas chocantes. Quero ver para tirar minhas conclusões, mas quem acha que o livro pode ser difícil de ler e quiser dar uma conferida no filme antes é melhor. Assim a vontade de ler vem do que você ver no filme.

Eu procurei muito a versão normal publicada pela Record, mas não encontrava nunca e acabou que ele foi comprado para fechar o valor na edição de bolso mesmo. O texto é integral e não sei, sempre gostei das edições de bolso da BestBolso, a letra não é tão pequena e a capa é tão macia. Desisti de esperar uma reedição da versão normal. Acabou sendo bom, li tão rápido quanto e recomendo para todos. A história é muito boa e é uma parte da história que deveria ser lembrada por mais pessoas. Afinal o que Oskar fez não salvou todos os judeus, mas prova que o ser humano pode surpreender e no fundo ainda é bom.

"Aquele que salva uma só vida salva o mundo inteiro"

16 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Outro livro que leio a resenha no seu blog e fico doido para ler .
    O livro parece ser ótimo !!

    ResponderExcluir
  3. Vc já viu o filme? É premiadíssimo e muito bom. Ainda não li o livro, pelo que vc escreveu, é ótimo!

    ResponderExcluir
  4. Parece triste e parece bom. Não assisti ao filme, mas acho que vou fazer como você sugeriu. Assistir e depois se gostar leio. Não faz muito meu tipo de livro esse. **=

    ResponderExcluir
  5. Já quis ler, mas vi o filme antes e ai fico deixando passar, passar. Bela resenha de um belo livro. Histórias com a 2ª guerra são sempre tristes. bjo

    ResponderExcluir
  6. Sou louca por livros ambientados na SS, já ouvi tanto falar desse que morro de vontade de ler, espero encontrá-lo em breve.

    ResponderExcluir
  7. Li o livro e vi o filme e por isso concordo muito com sua resenha. Geralmente não gosto de filmes de guerra porque fantasiam demais contudo esse é ótimo, ainda por saber que é real e que tudo aconteceu! Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  8. Amo História e as histórias da Segunda Guerra Mundial e do Holocausto me fascinam, gosto de saber mais sobre isso, vou atrás desse livro, tem tudo a ver com o que eu gosto.

    ResponderExcluir
  9. Oi..

    Tudo o que é relacionado com a história eu tenho verdadeiro fascínio... Vi esse filme, mas ainda não li o livro por não ter ele..

    ResponderExcluir
  10. Eu vi o filme e gostei muito...É um tema pesado mas muito interessante. O livro me pareceu bem parecido, deve ser bom..

    Thais Vianna
    @dathais

    ResponderExcluir
  11. Eu amo historia e meu interesse por esse período em especifico não poderia ser maior, eu provavelmente vou ler esse livro assim que for possível, gostei bastante da resenha.

    ResponderExcluir
  12. Ainda não li o livro, e o filme mesmo que eu tenha gostado e seja premiado, tem certas cenas que pra mim, dão fuga ao tema da segunda guerra.

    ResponderExcluir
  13. eu assisti ao filme mas ainda não tive a oportunidade de ler o livro. Depois de ler sua resenha, tenho que fazer isso, não posso deixar de ler.

    ResponderExcluir
  14. Esse livro, gente eu nem sei o que dizer. Sério. É mais que perfeito e a guerra com todo os acontecimentos paralelos. Nem sei como comentar.
    Acho que a tua resenha descreve bem o livro.
    Super indico.
    Beijocas.

    ResponderExcluir
  15. Adoro o tema da segunda guerra mundial, apesar disso não tinha visto o filme e nem ouvido falar do livro mas eles parecem interessantes. Pretendo ler.

    ResponderExcluir
  16. Sou extremamente gamada em livros que retratam a segunda guerra mundial e a tempos atrás ouvi falar desse, mas, já havia me esquecido.. Foi muito bom reencontra-lo por aqui e essa descrição (resenha) reacendeu de uma forma mais louca a vontade de ler. Queria tê-lo aqui e agora! *-*'

    ResponderExcluir

Respeito é bom e eu gosto.
Não use palavras grosseiras, seja educado.
O blog é um lugar amigável, aja de acordo.