13/06/2014

Resenha - Eu Nunca...


Nome: Eu Nunca...
No Original: Never Have I Ever
Autor (a): Sara Shepard
Tradutor (a): Joana Faro
Páginas: 288
Editora: Rocco
Comprar: Submarino - Siciliano - Saraiva - Cultura
Sinopse: Quanto mais revira o passado de Sutton para descobrir quem a matou, mais a vida de Emma está em perigo. O assassino da irmã está observando cada um de seus passos, e ela precisa agir com cautela. Enquanto isso, o relacionamento de Emma com Ethan, a única pessoa além do assassino de Sutton que sabe quem ela realmente é, continua a florescer. Neste segundo volume da série, a principal suspeita recai sobre Lillianna e Gabriella, irmãs conhecidas como “gêmeas do Twitter”. As gêmeas estão desesperadas para entrar no círculo íntimo de Sutton, mesmo após uma das brincadeiras violentas do Jogo da Mentira, Elas têm motivos para agir movidas pela vingança contra a irritável e insolente Sutton, mas será que são capazes de assassinato?

Quando comecei a ler a série não estava esperando gostar muito da história, mas enquanto lia esse segundo volume percebi que estava bastante envolvida com a história. The Lying Game é uma série jovem, que cresce à medida que os livros vão passando e apesar de jovem possui uma trama que intrinca diversos temas mais sérios. Sara Shepard amadurece seu tom nessa continuação passando para uma fase de desenvolvimento da trama e surpreende o leitor com as escolhas que faz para os personagens. Conheçam Eu Nunca..., o começo definitivo da série.

Emma está com mais medo do que nunca, desde que o último incidente envolvendo o misterioso assassino de sua irmã que ela está tensa. Conviver com as amigas de Sutton e viver a vida que a irmã tinha está consumindo todas suas energias. Ela nunca sabe se o que está falando ou fazendo está correto, nunca sabe se é assim que sua irmã faria. Quando um misterioso colar com uma locomotiva de pingente é entregue a ela sem remetente e um bilhete indecifrável, Emma sabe que precisa de ajuda, mas o grupo de amigas de Sutton se torna um muro de silêncio e expressões fechadas quando ela menciona um trem e a falta de respostas acumulada com a escassez de pistas, levam Emma a tomar uma medida drástica para conseguir alguma informação sobre a vida de Sutton. O grave incidente que todos evitam falar envolveu as gêmeas, Lili e Gabby, as duas estranhas garotas que não largam o celular e suas contas no twitter, as mesmas gêmeas que estavam na casa de Charlotte no dia em que tentaram sufocá-la e as gêmeas que vivem olhando de forma maldosa para Emma, e que estão rodando sua casa, a observando e fazendo insinuações. Emma está desconfiada de que as duas sejam as assassinas de Sutton, mas Ethan não consegue imaginar Lili e Gabby indo além de maldades adolescentes. Quando outro acidente quase mata Emma de susto e literalmente ela sabe que o assassino está próximo e não está gostando nem um pouco de sua investigação. Sacrificando a única amizade verdadeira que tinha e mais tensa do que nunca Emma precisará de toda força para sobreviver em um ninho de mentiras e traições. Enquanto isso Sutton, que acompanha Emma para todos os lados começa a ter flashes de memória de sua vida e as respostas da terrível noite que tirou sua vida ameaçam vir à tona.

É a partir dessa premissa que essa continuação se desenvolveu mostrando mais fluida e natural do que em seu antecessor. É visível que a trama está mais natural, e desde o começo notamos uma mudança no estilo da história. Shepard se preocupou em passar ao leitor personagens mais reais e palpáveis. Se no primeiro era hora de apresentar as protagonistas e suas histórias nesse segundo a autora começa a construção de um pano de fundo mais rico, principalmente com pequenas mudanças nos personagens secundários e em suas histórias pessoais. Ligando histórias ainda soltas com a história de Sutton e aumentando os mistérios em torno do passado dela Shepard consegue tornar a história mais interessante.

Gosto bastante da química entre Emma e Ethan, e estou curiosíssima para saber o que vem depois daquele final. Shepard deixa a história em um ponto tenso e absurdo. Com as novas lembranças de Sutton mal posso esperar para ver o que acontece. Finalmente uma pista do porque a autora toda hora citava o irmão de Madeline. Uma coisa que vem chamando minha atenção é Sutton, a parte narrativa dela intercalada a de Emma diminuíram, mas não é só isso. O tom dela nessa pós-morte é muito diferente da personalidade que aparece nos flashes de passado. Não sei se isso é o ideal, mas no fim o que importa é que funciona bem os comentários dela durante a trama principalmente na parte final. O fim foi tenso, e um tanto sinistro. Não imaginei que aguardaria o próximo ansiosa assim.

Leitura rápida, instigante ao mesmo tempo que leve e que a cada capítulo se torna mais cativante. Sara Shepard acertou o tom e equilibrou o desenvolvimento da protagonista com os demais personagens, intrincando tramas secundárias e vários mistérios, segredos. A edição da Rocco está ótima, capa bem adaptada, tradução fluída e fonte agradável. Recomendado a todos que procuram um jovem adulto leve e que entretém ao mesmo tempo que traz uma trama intrincada e interessante, com mistérios, segredos sombrios e um desenrolar que pouco a pouco surpreende. Leiam! Até mais!

The Lying Game - Sara Shepard
1- O Jogo da Mentira
2- Eu Nunca...
3- Two Truths and A Lie
4- Hide and Seek
5- Cross My Heart, Hope To Die
6- Seven Minutes in Heaven

19 comentários:

  1. Gosto da escrita da Sara, já li alguns dá série PPL...
    Livros rápidos com histórias que não fazem vc desgrudar até a última página.

    Abs...

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não tive a oportunidade de ler nada da autora. Não li o primeiro livro da serie..acho que por ter assistido a serie eu perdi um pouco a vontade..eu não curti muito , na tv eu gosto mais de series no estilo Dexter rsrs, acho que por ter assistido alguns episodios, pode ter estragado um pouco para mim.
    O livro parece ser bem escrito e amarradinho, mas acho que não é para mim, nossa quantos livros ela tem, chocada. tomara que a editora traga todos para cá..
    beijos.

    ResponderExcluir
  3. Que bom que a série melhora a partir desse livro. Tem tudo o que eu gosto: mistérios, segredos sombrios e um livro que nos deixa ansioso pela continuação.
    As capas continuam bem bacanas. Ótima resenha! Abrçs...

    ResponderExcluir
  4. Nossaaaaaaaaaaaaaaaa ! A resenha me deixou querendo ler mais o segunda livro da série que o primeiro, pode isso Arnaldo ? HAHAHAHAHA.
    Acho que é pq vc comentou que a história começa a ganhar forma e foco mais nesse livro enquanto o primeiro é mais a apresentação dos personagens e sua história. Confesso, que estou bem curiosa para conhecer a Sutton do livro pois a da série não me descia até hoje.
    Já está na lista de aquisições ;)

    ResponderExcluir
  5. Yasmin!
    Ao menos o segundo livro da série não me parecer ter passado pela maldição do 2º livro, muito pelo contrário, parece ter evoluído e só isso já é um ponto bem positivo para continuar a leitura da série.
    Agora quem está ansiosa por saber o que virá sou eu...
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Adorei conhecer mais da série na resenha do primeiro e agora me convenci de vez porque adoro séries que melhoram a cada livro, tem umas que fica na mesmice, a resenha me deixou curiosa é só não pulo pro segundo porque não entenderia nada! O povo fala que é tão diferente da adaptação que nem quis assistir, vou ler antes mesmo. Adorei a resenha! Abs!

    ResponderExcluir
  7. Sou super interessada nesse livro!

    ResponderExcluir
  8. Acho que com este segunda resenha me interessei mais pelo livro! A 1º dá a impressão de que é um livro mais bobinho...sei lá..... :D

    ResponderExcluir
  9. Adoro PLL e estava perdendo tempo achando que TLG era igual a adaptação, parece ótimo, cheio de intrigas e com diferenças gritantes da série, ótimo saber que a série melhora a cada livro, apesar de ser juvenil, jovem adulto eu gosto muito dos livros da Sara. Ótima resenha! Beijo para ti!

    ResponderExcluir
  10. Muito legal saber que esse livro não sofreu da Síndrome do Segundo Volume, e conseguiu superar seu antecessor. Muito bom também perceber que a autora está amadurecendo a história, e principalmente, sua escrita. Nem preciso falar que estou bem curioso pra ler essa série também.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  11. Eu não li o primeiro volume, mas eu quero ler logo e logo depois já ler o segundo volume. Parece que ele é realmente melhor do que o primeiro o que me deixa bem feliz. E mas curiosa ainda para ler essa série.

    ResponderExcluir
  12. Ainda não comecei a ler a série e nem vi também, mas estou muito interessada. Nunca li nada da autora, mas acho que não vou me decepcionar.

    ResponderExcluir
  13. até agora só tinha lido os livros de PLL da Sara,mas esse me pareceu muito interessante,doida pra ler!

    ResponderExcluir
  14. Estou super interessada nessa série,curti bastante o estilo da autora.

    ResponderExcluir
  15. Nossa, esse segundo livro parece ser melhor que o primeiro e mais cheio de novidades e tramas..Eu amei a sua resenha,super bem construída e nois instrigando a ler o livro.
    Fiquei sabendo que há um seriado de tv baseado nessa série, com certeza vou atrás.

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Realmente, o segundo livro é sempre o começo (ou tende à ser nas boas séries, pois o primeiro é mais para conhecermos as personagens, ambientes, tramas...). Muitas vezes, quando nos cansamos no segundo, dificilmente os livros seguintes nos surpreendem. :/
    Adorei saber que a autora encerra o livro em um ponto alto para nos manter aflitos e curiosos pela continuação.
    Não cheguei a assistir a série adaptada para tv, pois queria começar a ler primeiro, assim como Pretty Little Liars.

    ResponderExcluir
  17. Eu só assitia a série. Mas, nem comecei a ler o primeiro livro.Eu percebi que o livro era diferene da série e eu queria saber o que acontece na vida das gêmeas.

    ResponderExcluir
  18. Quando li sua resenha do livro anterior, fiquei com muita vontade de ler essa série também. O enredo é bom e parece prender o leitor, gostei de saber que continua assim neste segundo livro. Estou muito curiosa e achei ótimo a personagem ir amadurecendo ao longo da estória. Já está nos meus desejados!

    ResponderExcluir
  19. Esse livro parece trazer um amadurecimento na narrativa, gostei bastante disso. E as capas dos livros da Sara, sempre muito coloridos. Adorei.

    Abraços, Mallú Ferreira
    semclichesporfavor.blogspot.com

    ResponderExcluir

Respeito é bom e eu gosto.
Não use palavras grosseiras, seja educado.
O blog é um lugar amigável, aja de acordo.