14/01/2014

Séries #07 - Fablehaven

Olá! Como vai o dia? Hoje trago para vocês mais uma edição do Séries com a série "Fablehaven" do autor Brandon Mull que foi recém concluída pela editora Rocco. Desde ontem vocês conferem a Semana Fablehaven e nesse post você conhecerá um pouco da história, da trama e as curiosidades sobre a série e o autor. Conheci a série na época do lançamento do terceiro livro aqui no Brasil e me encantei logo de primeira pelas belas capas. Considerada uma série para todas as idades Fablehaven mistura elementos da fantasia de forma fantástica coroada por ótimos personagens indo além de uma série juvenil comum. Conheçam Fablehaven:

Enquanto seus pais viajam num cruzeiro pela Escandinávia, os irmãos Kendra e Seth, vão
passar férias na casa dos avós Sorenson, com quem quase nunca tinham estado. Mal podiam se lembrar de haver passado algum tempo com eles, a não ser em visitas pouco frequentes e breves demais para que surgisse algum laço verdadeiro. Kendra sabia que a avó havia lecionado história em alguma faculdade e que ele havia viajado muito, tocando um pequeno negócio de importação. Moravam numa propriedade herdada na época em que seus pais se casaram.

Ao chegar à fazenda, encontram o avô sozinho, já que a avó está “misteriosamente” desaparecida. Lá, conhecem ainda os estranhos caseiros Dale e Lena. A casa é velha, mas grande e em bom estado de conservação, com um resplandecente jardim florido. Kendra e Seth se hospedam no sótão, uma alegre sala de jogos, espaçosa, limpa e bem iluminada, repleta de itens antigos e curiosos. Para mantê-los ocupados, o avô lhes dá um diário com três fechaduras e seis chaves, mas que não funciona de maneira normal. Kendra fica interessada, mas Seth acha tudo bobagem. E uma única recomendação: que eles não entrem na floresta em volta da casa nem se aproximem do estábulo, em hipótese alguma.

A floresta é cercada e protegida por leis antigas, que mantêm a ordem entre trolls gananciosos, sátiros maliciosos, bruxas conspiradoras, diabretes rancorosos e fadas ciumentas. Mas quando as regras são quebradas, as consequências são inevitáveis. Kendra e Seth terão, então, que enfrentar os maiores desafios de suas vidas, como combater uma bruxa diabólica e um poderoso demônio para preservar a região e impedir que a praga que transforma criaturas da luz em criaturas da escuridão se dissemine.

É a partir dessa premissa que a história se desenvolve. A princípio sem saber sobre o mundo onde estavam entrando os irmãos se veem cercados em um lugar belíssimo e Brandon Mull se preocupa em introduzir esse universo sem usar clichês ao mesmo tempo que inicia a trama. O ponto forte do primeiro livro está nos personagens que conseguem surpreender até a grande virada da história. O conceito de reservas espalhadas pelo mundo que abriga criaturas encantadas é fabuloso. Lugares fechados, imensos, maiores do que visto por fora e abrigam desde demônios aprisionados, fadas, náiades, centauros, sátiros, dragões, bruxas. anões e muitas outras criaturas que se refugiam do crescimento da humanidade. E a trama que o autor molda livro a livro permite que esse mundo cresce cada vez mais e cada hora de um jeito.






Fablehaven - Brandon Mull
1- Onde As Criaturas Mágicas Se Escondem
2- A Ascensão da Estrela Vespertina
3- Nas Garras da Praga das Sombras
4- Segredos do Santuário de Dragão
5- Chaves Para A Prisão dos Demônios


Brandon Mull:
O autor atualmente é escritor em tempo integral, caso e com quatro filhos Brandon passou dois anos no deserto do Atacama no Chile onde aprendeu espanhol e a sobreviver na selva. Ele se tornou escritor mais por causa de sua segunda série ainda não lançada no Brasil do que por Fablehaven, já que seu sonho sempre foi escrever uma história de outro mundo de fantasia ligada ao nosso de forma diferente como é o caso de Beyonders. Além dessas duas é também autor da série interativa Spirit Animals com diversos outros autores famosos. A série chega ao Brasil pela Fundamento ainda esse ano. Fechando suas séries temos ainda Candy Shop War que começou como um livro único e cresceu em sua mente. E sua mais nova série que começa a ser lançada esse ano lá fora, Five Kingdoms. Acredito que pelo menos duas dessas séries já foram compradas para o Brasil além da que citei.

Confira as capas da nova edição que sai agora em 2014 lá fora:
Bem criativas não? No site do autor você encontra um site da série, com papéis de parede para diversos tamanhos de áreas de trabalho, além de alguns jogos interativos e material sobre a série. Lembrando que todas as pessoas que comentarem nos posts dessa semana Fablehaven, ou seja, nas cinco resenhas, nesse post e no de quinta (Capas pelo Mundo) estarão automaticamente participando do sorteio do quinto livro da série e dos marcadores e brindes, ok? Basta comentar, um comentário sincero e tudo. Por enquanto é isso! Espero que vocês curtam. A série se tornou uma das minhas favoritas principalmente porque ela não é apenas juvenil, seus elementos surpreendem por estar sempre crescendo, novos seres, criaturas e modos diferentes de ligação com a trama. É bem interessante, e os personagens amadurecem demais do primeiro livro em diante. 

Comentem ai. Qualquer dica sobre preços baixos é só pedir. Comprei os quatro primeiros, só o quinto eu recebi de cortesia da editora portanto tive que procurar preços bons e consegui comprar os quatro por menos de trinta. Enfim. Até mais!

6 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar nessa série, mas estou apaixonada! Essas capas são maravilhosas (gosto mais da edição antiga do que dessa nova que vai sair) e a história parece ser muito boa. Adoro livros com fantasia e magia! Vou ficar sempre de olho para ver se acho a coleção em promoção.
    Parabéns pela ideia de fazer esse tipo de coluna, acho que vai dar pra conhecer muita coisa boa desse jeito (:

    http://depoisdeumlivro.blogspot.com.br/
    espero a sua visita (:

    ResponderExcluir
  2. Como atualizo meus comentários pelo que recebo em meu e-mail, sei que comentei outrora em outros livros da série, só não me lembro qual. Mas, não sabia que a série já havia terminado, estou fugindo de iniciar séries não terminadas. Uma pena que os livros da Rocco sejam tão caros. Infelizmente. Por curiosidade apressei um dos livros e me deparei com 56 reais. É caro! Pelo menos para mim é. Mas, a história parece ser muito rica em detalhes e seres, a construção do mundo fica bem montada, o tipo de livro que amo. Vou ver se ocorre uma promoção para que acabe comprando os livros e os leia. Uma série que já está em minha lista de leitura, só não sei quando vou iniciar, já que quero ter todos eles para começar.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Yas... comentei no segunda da série, e eu não tinha gostado tanto, quanto com o que li agora, me interessei muito, realmente, não parece ser uma leitura pesada, e parece ser bem diferente, e um tanto divertida. gostei de todas as capas, esse tipo de livro sempre apresentam capas bem ricas de detalhes e muito belas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Amei conhecer a série! Sem dúvida os livros parecem crescer, amadurecer a cada um e isso é ótimo. Outra coisa que vi que foi constante pelas suas resenhas é que a cada livro vinha novas criaturas, novos seres e novos cenários crescendo a história da série e isso para mim é o que mais importa, sair do comum e amei tudo o que disse nesse lado e no lado dos personagens. As capas são lindas, prefiro as velhas que não são tão literais sobre a trama e amei mesmo o post. Quero ver as outras séries do autor aqui principalmente se forem tão boas quanto essa. Bjo para ti!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Comentei errado! Desculpe, mas seguindo, como eu disse na resenha do 2 eu comprei o 1º depois de ler sua resenha e estava ansiosa para ver as outras resenhas! Não consegui comprar o 2 e o 3 ainda por isso ainda não li, mas agora que a série terminou vou fazer o possível para comprar logo. Eu adoro a premissa e o universo super grande e criativo, as capas novas são bem legais! Adorei a semana! Beijos!

    ResponderExcluir

Respeito é bom e eu gosto.
Não use palavras grosseiras, seja educado.
O blog é um lugar amigável, aja de acordo.