08/05/2013

Resenha - A Vez da Minha Vida


Nome: A Vez da Minha Vida
No Original: The Time Of My Life
Autor (a): Cecelia Ahern
Tradutor (a): Ronaldo Luís da Silva
Páginas: 384
Editora: Novo Conceito
Comprar: Submarino - Siciliano - Saraiva - Cultura
Sinopse: Certo dia, quando Lucy Silchester volta do trabalho, há um envelope de ouro no tapete. E um convite dentro dele para se encontrar com a Vida. Sua vida. Pode soar peculiar, mas Lucy leu sobre isso em uma revista. De qualquer forma, ela não pode ir ao encontro: está muito ocupada desprezando seu emprego, fugindo de seus amigos e evitando sua família. Mas a vida de Lucy não é o que parece. Algumas das escolhas que fez — e histórias que contou — também não são o que parecem. Desde o momento em que ela conhece o homem que se apresenta como sua vida, suas meias-verdades são reveladas totalmente — a não ser que ela aprenda a dizer a verdade sobre o que realmente importa. Lucy Silchester tem um compromisso com sua vida — e ela terá de cumpri-lo.

Já faz algum tempo que conheci os livros de Cecelia Ahern através do lançamento de seu livro mais famoso pela Novo Conceito. Confesso de que gostei mais do que eu esperava e fiquei feliz quando a editora deu continuidade aos lançamentos da autora. A Vez da Minha Vida surge com uma premissa bastante diferente de seu antecessor com um pé na fantasia, mas ainda tratando de assuntos que passeiam de forma leve no chick-lit. Cecelia Ahern consegue mais uma vez surpreender com sua desenvoltura num romance leve e bem desenvolvido

Lucy Silchester cresceu a sombra do pai, o rígido juiz e dos irmãos perfeitos. Mas foi há dois anos que as coisas pioraram de vez. A carreira que ela escolheu já não era motivo de orgulho, mas quando ela perde o emprego e começa a trabalhar como tradutora de manuais de instruções sua vida parece não ter mais como piorar. Por causa de uma única mentira Lucy teve que construir um emaranhado que permitiu esconder a verdade sobre ela e Blake. Quando ele terminou com ela dois anos e meio atrás Lucy pensou que o melhor seria dizer a todos que ela havia terminado, mas na hora não imaginou que isso traria muito mais problemas. Está se afastando dos amigos, detesta o emprego que tem, ainda remói o fim do seu namoro com Blake e mora em um aparamente ínfimo no centro da cidade que mais parece uma pocilga. A vida de Lucy era trabalho, casa, trabalho, pequenas mentiras para acobertar as grandes e ficar em casa assistindo TV. Isso até o envelope aparecer em seu tapete. Era um convite para encontrar sua Vida. Rindo da situação Lucy larga o convite de lado, mas a insistência de sua "Vida" a faz ceder. Indo ao encontro de Vida ela se decepciona ao ver um sujeitinho mal vestido, com mau hálito e em um andar de escritórios bagunçado com ares de abandono. Surpresa por sua vida ser um homem e por saber tanto sobre ela, Lucy fica irritada com os comentários e sai apressada do local. O problema é que dias após sua saída intempestiva todos seus amigos, familiares e colegas de trabalho começam a receber os tais envelopes dourados. Parece que sua Vida não vai ceder tão fácil...

A partir daí a história de Lucy se desenvolve, com uma narrativa leve, madura e bem-humorada Cecelia Ahern nos traz uma protagonista forte que se recusa a aceitar o caso que está sua vida usando a negação como meio de não sofrer. A velha história "você conta tanto uma mentira para si que ela acaba se tornando verdade". Lucy é uma ótima narradora, fácil de se identificar e que ao longo da história começamos a entender. Afinal quem aqui nunca mentiu para si e para os outros tentando não sofrer? Adorei a forma como a "Vida" acompanhou o dia a dia de Lucy, a dinâmica entre os dois e adorei o paralelo que a autora faz entre os dois personagens.

Se Lucy está na pior e escondendo isso de todo mundo Vida também está na pior, mas se Lucy melhora Vida também melhora, não só a aparência, como também seu humor azedo. Achei interessante essa metáfora e a liberdade que a autora se deu de criar um personagem tão inusitado. De onde ele veio, para onde ele vai e como são perguntas que ficam no ar. Mas a ideia que fica é de que em algum lugar ai fora existe alguém, diretamente ligado conosco e que refletem exatamente nossa vida. É interessante, mas seria um caos se fosse verdade. Se todos nós tivéssemos esse incentivo para nos manter feliz, falando a verdade e buscando a felicidade. Já pensou em ter a sua Vida batendo a porta e cobrando uma atitude?

Leitura rápida, gostosa, com uma trama madura e bem desenvolvida. Uma protagonista que reflete bem o padrão das mulheres atuais e soa verdadeira. Cecelia entra para a lista de autores que vale a pena conferir. Ainda mais que eu custo a achar autores interessantes do gênero. A edição da Novo Conceito está ótima. Fonte boa, diagramação e tradução idem. Não gostei da bolota vermelha na capa, mas fazer o que não é mesmo? A história daria um ótimo filme, e não duvido que um dia aparece nos cinemas. Recomendado a todos que querem um romance leve diferente, mais interessante e que conquistará pessoas de todas as idades e sexos. Uma bela mensagem. Leiam! Até mais!

15 comentários:

  1. Oie :)

    Nossa eu estou com muita vontade de ler esse livro acho que é o tipo de livro que combina comigo, afinal eu adoro chick-lit e concordo com você que está difícil encontrar autores bons no gênero, beijos :D

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Yasmin! Já li A Vez da Minha Vida e curti bastante. Achei a temática super original. Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei muito de PS Eu te amo, mas ainda não animei a ler os dois novos porque não curti a capa desse ai e por incrível que pareça capas me desanima muito. Adorei a resenha, parece mesmo um romance mais maduro do gênero que os últimos que tenho visto, cansei só de amor e pronto. Adorei mesmo a premissa e quem sabe eu confiro mesmo com a capa. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Faço coro porque eu adoro a autora já li os dois que tinham lançado aqui, uma pena porque o da Rocco é mais baixinho, mas quero muito esses dois. A história parece ótima. Adorei a resenha.
    Abs.

    ResponderExcluir
  5. Parece ser bem legal e divertido. Primeiramente eu imaginei algo "sessão da tarde", mas acho que a história tem um conteúdo além disso.
    Xxxx

    ResponderExcluir
  6. Ameei mto a resenha, me deu muita vontade de ler o livro, vou comprá-lo essa semana msm ;) mto obrigada pela ótima resenha

    ResponderExcluir
  7. Eu adorei esse livro! Gosto de histórias maduras, mas que tenham um toque leve, divertido e encontrei isso nessa história. E daria mesmo um bom filme, né?! Gostaria de ver!

    ResponderExcluir
  8. Já tenho esse livro que boomm!! Essa autora me conquistou com "Onde Termina o Arco Iris", na minha opinião ainda melhor que PS: Eu te Amo!
    Sabe já comecei o "Garota Exemplar" ta muito bom mesmo!!!
    Estou pegada em duas leituras, mara, o GE e Violetas de Março!!

    Boas leituras!!

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li um livro da Cecilia que não tenha gostado.
    Apesar de ser uma garota jovem, fiquei feliz em saber que ela é madura e suas ações são bem realistas, não podia ser diferente.
    Pretendo le lo. E a bola vermelha na capa é estranha,
    beijos.

    ResponderExcluir
  10. Tenho o livro e comecei a lê-lo, estou nas primeiras páginas, e já comecei a ri bastante, a personagem Lucy é muito divertida, engraçada e irônica, to gostando muito, estou começando a amar essa autora, ela é muito criativa, nos temas de seus livros...Parabensssss, ameii a resenha...
    :)

    ResponderExcluir
  11. Tenho o livro e comecei a lê-lo, estou nas primeiras páginas, e já comecei a ri bastante, a personagem Lucy é muito divertida, engraçada e irônica, to gostando muito, estou começando a amar essa autora, ela é muito criativa, nos temas de seus livros...Parabensssss, ameii a resenha...
    :)

    ResponderExcluir
  12. Eu já estava com vontade de ler o livo e você me deixou com mais ! amo os livros da Cecelia ( ok, só li P.S. Eu te amo, mas amo mesmo assim k ela me cativou de primeira ) fiquei pensando na sua pergunta sobre a vida bater na porta, acho que a minha ia brigar tanto comigo kkk Parabéns pela resenha ! estou louca pra ler esse livro *-*

    ResponderExcluir
  13. Oiiii

    Sou simplesmente apaixonada pelos livros dela desde PS Eu te amo... o A vez da minha vida é incrível e sim, concordo com vc que deveria e vai virar filme, assim como O livro do amanha que é lindo por demais!!!

    Adorei sua resenha

    beijos

    ResponderExcluir
  14. Um livro dela que terminei me perguntando: De onde ela tira essas ideias?!!!
    Muito doida, muito fofo e uma gracinha de livro! Gostei bastante desse e vale a pena ler mesmo não é? É fofo demais!

    ResponderExcluir
  15. Ganhei esse livro mas ainda não o li. Como tenho outros para ler, ele está aguardando sua vez. Gostei muito da resenha e isso só está fazendo eu desejar passar o livro para a frente dos outros.

    ResponderExcluir

Respeito é bom e eu gosto.
Não use palavras grosseiras, seja educado.
O blog é um lugar amigável, aja de acordo.