04/07/2012

Resenha - Você Está Sendo Vigiado


Nome: Você Está Sendo Vigiado
No Original: They're Watching
Autor (a): Gregg Hurwitz
Páginas: 272
Editora: Arqueiro
Comprar: Submarino - Siciliano - Saraiva - Cultura
Sinopse: Patrick Davis tinha um sonho: ver seu nome nos créditos de um filme. Mas não imaginava o preço que teria de pagar por isso. Logo depois de vender seu primeiro roteiro a um estúdio, sua vida entra em colapso. Ele não consegue se firmar como roteirista de Hollywood e, para piorar, seu casamento mergulha numa crise. Misteriosamente, Patrick passa a receber DVDs com gravações dele e da esposa dentro de casa. Após descobrir câmeras escondidas, o casal procura a polícia. Dias depois começam as ligações e os e-mails anônimos propondo um acordo para que tudo volte ao normal. Desesperado, ele não hesita em aceitar a oferta. Mas sua decisão se revela um erro. Logo ele se vê envolvido numa rede de intrigas que pode custar sua vida e a das pessoas que ama. Cada vez mais acuado, Patrick percebe que só há uma saída: superar seus inimigos ocultos no próprio jogo deles.

Recebi o livro no mês de junho pela parceria com a editora Arqueiro e confesso que estava um pouco receosa. A verdade é que gosto bastante de livros policiais, mas cheguei a conclusão que prefiro os livros que têm personagens policiais, detetives e afins. Não que uma trama estilo conspiração seja ruim, mas como sou ansiosa esse tipo de livro geralmente me tira do sério e o resultado é que leio de uma vez só. E foi exatamente isso que aconteceu com "Você Está Sendo Vigiado". Na história de Gregg Hurwitz temos Patrick Davis no centro da trama, que reúne suspense, conspiração e mistério.

Patrick desde pequeno gostava de cinema, sempre sonhou em se tornar um roteirista de sucesso e ver suas histórias eternizadas em filmes de grande sucesso. Cresceu escrevendo roteiros, graduou-se e trabalhava dando aulas em uma universidade quando teve seu primeiro contato com uma agente. E assim seu primeiro roteiro foi vendido para o estúdio Summit. "Você Está Sendo Vigiado" estava sendo filmado. Patrick viveu toda a emoção de ver seu roteiro virando filme, mas por causa de uma discussão com o astro principal do elenco foi afastado e estava sendo processado pelo estúdio. Keith Conner, o ator em questão destruiu todas as chances de Patrick quando inventou que ele tinha lhe dado um soco. Patrick depois de nove dias em NY volta para casa, encontra um casamento despedaçado e volta a dar aulas. Tudo parecia na mesma até o dia que, ao recolher o jornal, encontrou um DVD. Nele Patrick assistiu a si mesmo escovando os dentes de cueca um dia atrás. Depois deste Patrick encontrou mais dois DVDs em lugares estrategicamente planejados. Quem faria uma coisa dessas? E porque razão? Seria coisa do estúdio para lhe pressionar? Ou apenas um trote?

A partir dessa premissa a história se desenvolve. Patrick se enreda em jogo muito mais perigoso do que ele imaginava. Começa a receber e-mails com tarefas a serem realizadas. Ao mesmo tempo em que teme por sua segurança e de sua mulher Patrick sabe que precisa fazer algo. A narrativa tem um ritmo curioso para um livro policial e o desenvolvimento é um pouco mais lento. Na primeira parte a trama é construída e fica no ar o mistério de quem é o adversário sem rosto que está atrás de Patrick. Na outra metade além de compreendermos melhor o personagem a tensão aumenta com as tarefas que ele tem que cumprir. A narração em primeira pessoa evolui ao longo do livro e minha opinião sobre Patrick mudou ao longo da trama. Porém a virada que conquista de vez o leitor é quando Patrick começa a ser caçado pela polícia e cercado por seus misteriosos adversários.

A tensão aumenta com o passar dos capítulos e gostei de como Patrick lidou com a situação. Contou com os poucos amigos que restou e pensou em possibilidades diferentes do comum. O autor manipulou pistas, situações e fez com que os palpites fossem variados. O final foi muito bom, mas teria ficado melhor se o autor tivesse mantido o suspense até as últimas páginas. Foi surpreendente, mas não foi tão tenso como imaginei. Fiz mais de mil ideias de quem estava manipulando a situação, usando Patrick de "bode expiatório”e o porquê de tudo. Não estava totalmente errada e posso garantir que você também não vai descobrir fácil. É uma daqueles pistas que você para, pensa e descarta, mas enfim.

Personagem bem construído, descrições pontuadas e um ritmo narrativo interessante. O cenário possibilitou uma história mais inovadora, com menos clichês comuns ao gênero. Leitura rápida e agradável. Investindo em uma trama mais complexa o autor construiu uma história satisfatória e que possuí características típicas de autores que também são roteiristas. Isso sem levar em conta as diversas citações e observações sobre os bastidores de Hollywood, os grandes estúdios e seus autores. Fico imaginando o quanto de verdade contém no que está descrito no livro.

A edição da Arqueiro está ótima e continuo impressionada com a capacidade da editora que manter as 272 páginas padrões na maioria dos livros do gênero que publicam. Fonte agradável de ler e não observei erros no livro. Gostei do ar misterioso da capa, sem falar que é bem melhor do que as internacionais. O direito de adaptação do livro foi comprado pela Big Kid Pictures e o filme deve entrar em produção ainda esse ano. É uma leitura recomendada não só para quem gosta do gênero policial, investigativo, mas também para os que gostam de uma boa trama psicológica, com altas doses de mistério e suspense. Uma conspiração de primeira em um cenário diferente. Leiam! Até mais!

25 comentários:

  1. Estou em uma vibe bem trama policial - estou lendo livros do gênero faz quase três meses. Quando "botei" os olhos na capa do livro sabia que ia ficar ansiosa para ler. Agora depois de ler a resenha eu tenho certeza.

    ResponderExcluir
  2. HUm, pela resenha da vontade de ler até em mim, que não sou fã de histórias policiais. E ja tinha visto essa capa, mas até então não sabia nada sobre o livro. Pelo que vc disse, lembra um pouquinho a serie Pretty Little Liars, no fato de receber vídeos, msg de um anônimo e seguir suas instruções. Vou adc a minha lista de leitura, assim que achar uma promo eu compro.

    ResponderExcluir
  3. Li esse livro e já resenhei lá no blog. Ele é legal, e o fato de ele estar sendo vigiado é só um ponto. Patrick é um personagem legal e ele e Ariana foram muito fortes.
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ah eu fiquei curiosa com esse livro! Primeiro porque já tinha ouvido falar do autor e depois a capa é instigante. Sua resenha só me fez querer comprar logo. To precisando de mudar de gênero e largar os romances. Mas anda sem dinheiro portanto vou torcer para ter sorte de novo numa promo aqui. Ótima resenha, bem clara e objetiva como sempre! Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Nossa parece bem legal, todo esse mistério(hahaha), mas não faz meu estilo de leitura...

    Os livros da arqueiro sempre são bem feitos mesmo ;)

    Bjs, Laila.

    ResponderExcluir
  6. Agora deu vontade de ler o livro, nem sabia muito sobre ele.
    Parabéns pela resenha, está ótima.

    ResponderExcluir
  7. "Jogar o jogo do inimigo". Esta frase me deixou bastante curioso! A cada resenha fico mais encantado com o blog. Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. "Jogar o jogo do inimigo". Esta frase me deixou bastante curioso! A cada resenha fico mais encantado com o blog. Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Esse livro não chamou muito minha atenção... A resenha acendeu uma luz no fim do túnel, mas a saída desse túnel é apenas opcional. Não sei se eu leio, já que eu preciso mesmo ler mais do gênero policial... Quando sair o filme eu assisto, daí eu decido.

    ResponderExcluir
  10. O título do livro já chamou a minha atenção e o enredo completou. Enfim, estou querendo mudar de gênero, pois estou só lendo livros românticos e um mistério seria bom, não é?

    ResponderExcluir
  11. Ótima resenha. Já está na minha lista de desejados.

    Até mais.
    http://desbravandolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Estou curiosa para ler este livro , gosto de tramas policiais, de suspense, gosto de ficar imaginando as situações, quem será que esta por trás da história e tudo mais e esta capa é tão linda.Ótima resenha !

    ResponderExcluir
  13. Já estava a fim de ler esse livro e sua resenha me deu mais vontade ainda de ler! É um tema bastante diferente e adoro o gênero!!
    Achei engraçado o pessoal comentando sobre os gêneros que lê... eu adoro vários gêneros, mas não consigo ler o mesmo muito seguido, estou sempre variando. Leio tipo um policial, depois um romance, daí uma fantasia, um drama, algo leve etc. (com raras exceções, como quando eu li a trilogia de Jogos Vorazes em uma semana!)

    ResponderExcluir
  14. Gregg Hurwitz escreve livro muito bem, sou suspeita de falar ja que AMO livros com tema policial mas ele consegue manter o leitor preso ate a ultima folha, totalmente incrivel. A Editora arqueiro pelo que percebi publica livros otimos o primeiro dela que eu li foi Eu Sei O Que Voê Está Pensando(adoraria ver uma resenha dele aqui no blog) e vem realmente me consquistando, gosto de todos os livros que ela publica.

    ResponderExcluir
  15. Faz temmmmpo que estou querendo ler algum livro do gênero, mas nunca dá certo. Primeira vez que vejo sobre esse livro foi aqui e já fui atraída pelo clima de mistério da capa. A sinopse interessante e sua resenha positiva me deixaram ainda com mais vontade de lê-lo. Espero que dessa vez dê certo, né hahaha

    ResponderExcluir
  16. Yasmin!
    Uau! Parece um livro eletrizando, cheio de mistérios e com suspense trash... Gosto de livros nesse estilo e fiquei super hiper com vontade de ler.
    Sua resenha ficou fabulosa e deu a real dimensão do livro, oq ue aguçou ainda mais minha curiosidade.

    “Crer, é tornar possível o impossível.”
    Carinho não tem preço, doe-se.
    Blogueiras Unidas 1275!
    Luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Ainda não li nenhum romance policial, mas a trama desse livro me atraiu.

    ResponderExcluir
  18. O livro parece ser bem interessante !

    ResponderExcluir
  19. Quando vi a capa do livro achei que fosse Halan Coben. Gosto de livros que desafiam a descobrir um mistério.

    ResponderExcluir
  20. Achei muito bom esse livro, cheio de mistérios. Adoro livros assim!!!!

    ResponderExcluir
  21. Me amarro em livros com toques de roteiristas, pq normalmente têm um ritmo impressionante, parece ser o caso desse!

    ResponderExcluir
  22. Só penso em uma palavra pra descrever essa história: Eletrizante!!!

    A Arqueiro arrasa quando se trata de livros de mistério e suspense. Quero demais ler esse livro.

    Thais Vianna
    @dathais

    ResponderExcluir
  23. Adoro livros de suspenses. Me animei com a trama desse livro, e da ate pena do cara, quantas coisas ruins acontecendo ao mesmo tempo, creeedo.

    ResponderExcluir
  24. Amo ler histórias policiais e já vi que esse livro faz bem o genero que gosto. Ainda não li mas já o tenho marcado há um bom tempo, nos meus desejados. Gostei muito da resenha.

    ResponderExcluir
  25. Já li desse autor "Você é o próximo", eu acabei superestimando o livro antes de ler e, apesar de bom, não tinha as características que eu esperava.
    Talvez eu leia esse livro também, mas sem cometer o mesmo erro. Também prefiro personagens policiais ou detetives, meu preferido de longe é John Verdon (que não encontrei resenha aqui), recomendo a qualquer um que goste de thrillers policiais. O cara é um gênio. (e responsável pela minha decepção em outros autores ^^~)

    ResponderExcluir

Respeito é bom e eu gosto.
Não use palavras grosseiras, seja educado.
O blog é um lugar amigável, aja de acordo.