17/04/2012

Resenha - Estilhaça-Me


Nome: Estilhaça-Me
No Original: Shatter Me
Autor (a): Tahereh Mafi
Páginas: 304
Editora: Novo Conceito
Comprar: Submarino - Siciliano - SaraivaCultura
Sinopse: Juliette nunca se sentiu como uma pessoa normal. Nunca foi como as outras meninas de sua idade. O motivo: ela não podia tocar ninguém. Seu toque era capaz de ferir e até matar. Durante anos, Juliette feriu e, segundo seus pais, arruinou o que estava à sua volta com um simples toque, o que a levou a ser presa numa cela. Todo dia era escuro e igual para Juliette até a chegada de um companheiro de cela, Adam. Dentro do cubículo escuro, Juliette não tinha notícias do mundo lá fora. Adam ia atualizando-a de tudo. Juliette não entendeu bem o que estava acontecendo quando foi retirada daquela cela e supostamente libertada, ao lado de Adam, e se vê em uma encruzilhada, com a possibilidade de retomar sua vida, mas por caminhos tortuosos e totalmente desconhecidos. Um romance fantástico, que intriga, angustia e prende, uma história surreal que mistura amor, medo, aventura e mistério e traz um desfecho surpreendente.

“Estilhaça-Me” é o décimo livro que recebi através da parceria com a Novo Conceito e um livro que desperta a curiosidade logo de cara. Desde que vi o livro ainda na versão original fiquei interessada e quando soube que a Novo Conceito ia lançar foi perfeito. A história criada por Tahereh Mafi possui uma narrativa fluida que aliada a um bom enredo rendeu uma leitura rápida e agradável. Uma mistura de distopia com ficção cientifica que ainda tem muito para mostrar. Vários elementos que dariam uma trama ótima, mas que infelizmente deixou um pouco a desejar.

Juliette está presa há 264 dias. Foi trancafiada e impedida de qualquer contato humano. Vive em uma sela nas condições mais insalubres, sempre com fome, sempre observando o céu lá fora. Ela é considerada letal. O simples toque de sua mão pode matar uma pessoa. Por isso desde pequena foi considerada uma aberração. Seus pais deixavam bem claro que ela havia estragado a vida deles, que a culpa disso tudo era dela. Todo mundo a considerava uma coisa, uma louca, um monstro. E quando a chance apareceu seus pais não hesitaram em entrega-la. Dia após dia repete para si mesmo que não é louca, mas está cansada de viver na beira do mundo. Esquecida por todos. A vida de Juliette muda quando do dia para noite colocam um garoto em sua sela. O pior de tudo é que ela o reconhece. Adam Kent, o garoto que ela viu apanhar do pai na entrada do colégio muito anos atrás. Qual seria a intenção deles? O que aquele garoto tinha feito para ser trancafiado?

Mas Juliette não tem tempo de pensar nas respostas para essas perguntas. Pouco dias depois soldados armados invadem sua sela e a levam junto com Adam. Eles estavam a avaliando, queriam saber se ela era sã o suficiente para ser a mais nova arma do Restabelecimento contra a resistência, contra todos os que ainda se opunham a nova ordem. Queriam usar Juliette como um animal de estimação. Anos atrás o Restabelecimento prometeu para o povo que eles eram e tinham a única saída para salvar o mundo, enganaram a população, destruíram o mundo como conhecemos e principalmente eles prenderam Juliette. Tiraram-na da sociedade como se fosse uma pulga inconveniente e agora a queriam do lado deles. A verdade é que ela não tem opção, mas está decidida a não ser uma presa tão fácil. Mas nem tudo acontece da forma que ela pensa e o destino reserva muitas viradas na vida dela.

É a partir dessa premissa que o livro parte. Misturando distopia, ficção científica e romance a autora conseguiu criar uma história muito interessante. Com descrições rápidas e exatas visualizamos perfeitamente o mundo de Juliette. Todo o enredo desde o Restabelecimento, passando pelas divisões militares, pela organização da sociedade, o racionamento, o controle da liberdade até o estranho dom de Juliette é muito interessante. Apesar de que boa parte dos leitores vai sacar o que está por vir acredito que isso não tire o mérito do livro. A maneira como a autora introduziu a história é original. E até certo ponto se você disser que se parece com X-Men estará “chutando”.

Aliadas as descrições e ao enredo temos personagens marcantes. Juliette é uma garota que passou a vida como “saco de pancada” das pessoas. Todo mundo sempre a tratou mal, mas ela nunca revidou. Tinha meios para fazer ser respeitada e não os usou. Não intimidou as pessoas com seu dom e quando ninguém acreditou nela simplesmente aceitou. Adam é um rapaz que passou horrores na mão do pai e apesar das poucas informações a esse respeito pude notar pela forma que trata o irmão que sofreu tanto quanto Juliette. Achei fofo o sentimento dele por Juliette. Os mais céticos podem achar irreal, mas não é. Pode muito bem acontecer. Ao optar por esse tipo de amor a autora fugiu do clichê que tem rondado a literatura jovem adulto: triângulos amorosos. E é nesse ponto que falarei de Warner.  Um antagonista muito bom, um completo sociopata que quer ter Juliette de qualquer jeito. Não apenas como uma arma, mas como mulher. Os personagens secundários também são bons e espero que sejam mais desenvolvidos. Ainda mais com as possibilidades abertas pelo final do livro. Ansiosa para ver como a autora vai desenvolver o enredo central.

Então você me pergunta, se eu gostei de tudo isso o que pode ter faltado no livro? A autora tem uma escrita boa, os personagens são bons, o ritmo também é bom, mas poderia ser mais denso, ter uma trama mais elaborada. Após a leitura fica a sensação de que foi introdutória demais, aquela sensação de que faltou o clímax. Outro detalhe que pode não agradar a todos são os diversos riscos no texto. Várias frases riscadas. Geralmente são frases, pensamentos que Juliette não expressa. Não me incomodou, mas já vi gente falando disso. Sinceramente achei frescura reclamar deles. A edição da Novo Conceito está ótima. O cintilante da capa, o início dos capítulos e a fonte, tudo muito bom. Não preciso dizer que adoraria ver a história no cinema e fiquei feliz ao saber que a 20th Century Fox comprou os direitos de adaptação da trilogia. Recomendado a todos, sem exceção. Tanto para os que curtem um romance fofo quanto para os querem uma distopia diferente. Até mais!

Shatter Me - Tahereh Mafi
1- Estilhaça-Me
2- Unravel Me
3- Sem Título Ainda

33 comentários:

  1. QUero ler esse livro.
    CHeguei a passar por ele na saraiva, mas fique na duvida , não tinha certeza se era mesmo bom, então deixei prá la. Mas agora eu quero, me arrependi de não ter comprado.

    ResponderExcluir
  2. Que resenha boa! Quero muito ler esse livro, quero mesmo. Parece ser ótimo.

    ResponderExcluir
  3. Eu quero esse livro desde que ele lançou nos EUA. Vi resenha dele no goodreads, mas a sua está ótima e melhor. Não sabia que era distopia... Achei que era mais ficcção científica ou fantasia. Ah fiquei curiosa com Adam. Quero muito, muito o kit dele. Parei de comentar com o twitter porque agora tem perfil aparecendo foto. Fica estranho o meu ser um deles. Bjo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah sim, não tem importância comentários sem foto não. Ainda mais com link. Descobri como voltar as fotos. Estou desconfiada que nem toda editora confia em comentários sem imagem. Como se eu fosse forjar mais de 10 comentários diferentes em cada postagem. O negócio é que tem muitas pessoas que comentam aqui e que não tem foto. Usam perfis yahoo, etc. Obrigada pelo comentário.

      Excluir
  4. Estou muito ansiosa para ler esse livro e adorei sua resenha. Parece um cenário bem interessante, só não entendi essa parte x-men. Suas resenhas só fazem eu querer mais os livros. =**

    ResponderExcluir
  5. Esse já está na lista dos desejados, eu preciso dele. Sua resenha ficou ótima , parabéns. Até mais !!

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha pensado em ler Estilhaça-me, mas só a sinopse não me animou muito. Agora que li a resenha fiquei mais animada. Eu também não sabia que era distopia. Espero poder ler logo.
    Nem preciso dizer que amei a resenha, né?

    ResponderExcluir
  7. Todas as resenhas que li sobre "Estilhaça-me" foram boas, mas o livro ainda não me conquistou.
    Além disso, a série ainda não está completa e eu sou uma leitora ansiosa! Quando leio e gosto de um livro de série, fico desesperada para ler a continuação!rs...
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. ótima resenha, muito bem escrita. Estava querendo ler porém com aquele medo de não valer a pena. Agora com suas impressões,vou ler.

    Obrigado,

    ResponderExcluir
  10. Minha nossa, quando lançaram o livro eu nem me importei agora ha eu sou uma das que mais quer ler!
    Olha que nme é pela capa :o

    ResponderExcluir
  11. Não sabia até então que a 20th Century Fox comprou os direitos de adaptação da trilogia, agora é que preciso ler mesmo hahaha E realmente, teve gente que se incomodou pelas palavras riscadas :/

    ResponderExcluir
  12. Só a capa por si ja chama a atenção. adorei a resenha e querendo muito ler este livro, deve ser muito boa a historia.

    ResponderExcluir
  13. Esse livro parece ser beeeem emocionante. Não tinha me interessado muito só olhando a capa, mas depois da resenha...
    Ansiosa pra ler

    ResponderExcluir
  14. A resenha só fez eu ficar mais curiosa ainda para ler ele. *--* Muito bom. A capa chama muito a ataneção e isso tambem é bom.

    ResponderExcluir
  15. Ótima resenha'
    O livro parece ser bom, mas talvez não faça meu estilo'

    Mas não custa nada tentar'

    ResponderExcluir
  16. Eu acho que ele tem tudo pra ser uma triologia de sucesso.. já começando por essa capa linda. E também o nome, diferente, que chama a atenção. Sua resenha está muito boa e cativante, parabéns.

    ResponderExcluir
  17. Não gosto muito de livros com o tema meio sobrenatural, mas como parece que a trama não vai muito por esse lado eu gostei, quero muito ler (:

    ResponderExcluir
  18. Quero muito ler esse livro.. Desde que li a sinopse ele me encantou! Adoro essas histórias tipo X-men! Livros com ação, eu adoro! Eu estou me interessando bastante por distopia ultimamente.. não se porque!

    http://libraryinhouse.blogspot.com.br/

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. vejo resenhas poositivas ao livro, e tenho vontade de ler. parecido com x-men?? sem ser tocar por mais 200 dias, interessante, uma tema bastante diferente.
    bjs

    ResponderExcluir
  20. Esse livro tem recebido muitas resenhas positivas, o que me desanima é que faz parte de uma série e eu não começo a ler séries a não ser quando todos os livro já foram lançados, mas parece realmente ser muito interessante.

    ResponderExcluir
  21. O livro parece ser bom. Essa resenha me deu outro norte sobre o que ele conta. Vou ver se leio.

    ResponderExcluir
  22. A resenha está otima!!
    Estou doida para ler este livro.
    A capa é linda demais.
    E eu já até comprei ele..

    Bjinhos!!! =/

    ResponderExcluir
  23. Um livro que quero muito ler, seu lançamento deve ter mais de três meses e ainda hoje não tive coragem de comprar o meu, já achei o livro barato diversas vezes mas nunca pego! Tem uma história forte e esta é a primeira resenha que vejo citando alguns pontos negativos do livro, gostei bastante da sinceridade.

    ResponderExcluir
  24. Eu já li Estilhaça-me e eu amei o livro mas eu entendo completamente o que você disse que tem a sensação de que faltou o clímax, quando eu terminei de ler eu senti que faltou algo mais na trama em si, acho muito fofa a relação da Juliette com o Adam e acho que o romance do livro é muito bom. Acho que o personagem que mais me interessou, sendo honesta foi o Warner, existe algo nele que me intriga profundamente e que faz com que eu não consiga odiá-lo apesar de tudo, estou ansiosa por Destroy Me que pelo visto sera narrado pelo ponto de vista dele. eu realmente senti a necessidade de mais alguma coisa quando terminei de ler, acho que o final meio que deixou a desejar, como se tivesse faltado alguma coisa, por isso espero que não demorem muito para publicar Unravel Me. Parabéns pela resenha, acho que ele deixou bem claro os pontos positivos e negativos do livro.

    ResponderExcluir
  25. Eu adorei Estilhaça-me, porém também achei que faltou uma grande cena de ação...um clímax. A história inteira foi boa, os personagens são bem descritos e críveis, porém quando você acaba o livro fica a impressão que deveria ter havido uma grande cena de ação, alguma coisa a mais.

    Thais Vianna
    @dathais

    ResponderExcluir
  26. Eu simplesmente ameeeei este livro,a leitora foi deliciosa e não vejo a hora de ler o segundo \oo/

    ResponderExcluir
  27. Amo estilhaça-me a história mistura vários temas, e mesmo assim consegue ser maravilhosa, Acho a história da Juliette com o Adam, bonitinha, mas realmente? AMO O WARNER estou torcendo muito pra ele no livro, não acho ele uma pessoa má, acho que os acontecimentos levaram ele a ser o que é hoje

    ResponderExcluir
  28. Ganhei esse livro: Estilhaça-me, mais ainda não deu pra ler, mas estou muito curiosa para ler toda a série, passando por Liberta-me, até Destrua-me... quero muito ler os outros também...É um livro que apresenta uma mistura de distopia com ficção cientifica com um toque sublime de romance e drama, deve ser muito interessante, gostei demais da resenha, logo de cara o livro me chamou muito atenção, os titulos da serie é surreal, as capas são de arrasar...
    Ansiedade Alta para ler, chega livro...
    :D

    ResponderExcluir
  29. Eu achei essa história mto massa,esse livro parece ser simplesmente incrível,Yasmin.
    Quando li a sua resenha,só me veio a cabeça uma personagem que eu adoro,a vampira dos X-men rsrs.
    Deve ser mto difícil nunca poder ser tocada,abraçada....essa história me intrigou muito,ainda mais porque envolve distopia com ficção científica e romance numa cartada só,que maravilha.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  30. Acho a capa desse livro lindíssima.Li uma resenha desse livro um pouco negativa e decidi que não iria ler e agora que li a sua quero ler. Vou pensar e resolver.

    ResponderExcluir
  31. Nunca me interessei muito por esse livro, mas gostei do seu ponto de vista sobre a história, me deixou curiosa para lê-lo.

    ResponderExcluir
  32. Ainda estou em dúvida se leio ou não leio, mas acho que sim, já que gosto de distopia com ficção científica!
    A capa eu não gostei porque é com uma pessoa de verdade. Gostei da resenha!

    ResponderExcluir

Respeito é bom e eu gosto.
Não use palavras grosseiras, seja educado.
O blog é um lugar amigável, aja de acordo.