07/04/2012

Resenha - Calafrios


Nome: Calafrios
No Original: Shiver
Autor (a): Lisa Jackson
Páginas: 532
Editora: Bertrand
Comprar: Submarino - Siciliano - Saraiva - Cultura
Sinopse: Capturar um terrível psicopata à solta nas ruas de Nova Orleans. Essa é a missão do detetive Reuben Diego Montoya. Para descobrir quem é o serial killer que está virando a cidade de ponta a cabeça, Montoya se vê envolvido num jogo de pistas com uma série de personagens suspeitos. As vítimas, que aparentemente não têm nenhuma ligação entre si, são assassinadas aos pares, sempre um homem e uma mulher. A única pista que o detetive tem nas mãos é a ex-esposa de uma das vítimas, Abby Chastain. O FBI entra em ação no caso. Cada vez mais mergulhado na investigação, Montoya se depara com uma revelação inacreditável - o hospital onde crimes terríveis foram cometidos possui um elo com Abby e ele próprio, Montoya. Um predador ainda pode estar à espreita e o detetive deve descobrir a verdade, mas com todo cuidado, pois o passado pode custar caro.

Na primeira vez que vi a capa deste livro fiquei com vontade comprar e por causa da sinopse ele foi um dos poucos livros que comprei no mesmo dia que descobri. Não conhecia a autora e essa mistura de capa, título e sinopse foram suficientes para eu gostar. Um romance policial de trama ágil, um mistério intrigante e um ótimo caso. A autora consegue através de pequenas pistas construir uma trama impossível de prever. Calafrios é o terceiro livro da série “New Orleans”, mas não tem problema ler fora de ordem porque o livro possui caso fechado e aqui o personagem principal é o detetive Montoya ao invés do detetive que lidera os casos nos outros livros.

A trama começa em uma noite 20 anos atrás no hospital Nossa Senhora das Virtudes quando Faith Chastain supostamente pulou para a morte. Faith era uma pessoa atormentada e que sofria de um distúrbio psicológico. Naquela noite as filhas dela estavam chegando para uma visita quando se depararam com a cena chocante da morte da mãe. Todo ano ao longo desses 20 anos Abby Chastain tem que lidar com o fato de fazer aniversário no dia da morte da mãe. Ela está completando 35 anos e está recém-separada. Ainda não fala com a irmã, Zoey, que teve um caso com o ex-marido de Abby logo antes do casamento. Para piorar o dia ela tem uma discussão com Luke pelo telefone que se vinga da conversa colocando no programa dele na rádio uma discussão sobre ex-mulheres rancorosas. Enquanto isso um estranho homem visita o quarto de Faith no hospital, que há muito está fechado, recordando de maneira estranha a fatídica noite da morte dela e jurando vingança. Noutro dia de manhã o corpo de Luke é encontrado ao lado do corpo de uma jovem vestida de noiva. A moça em questão era Mary, futura irmã de caridade e viciada em religião. O detetive Montoya tem um caso repleto de pistas estranhas pela frente e Abby além de se livrar dos fantasmas do passado descobrindo o que aconteceu de verdade naquela noite. Qual o segredo que todos escondem dela?

A cada novo casal de vítimas encontrado Montoya se vê mais próximo de Abby e a estranha escolha das vítimas liga tudo àquilo ao que aconteceu no hospital 20 anos atrás. Qual a ligação de Abby com o assassino? A partir dessas questões a narração mescla ação, mistério e uma dose de romance. A maneira como os personagens se ligavam ao caso foi bem criativa a despeito do desenvolvimento um pouco lento. Talvez se a autora tivesse focado mais no lado policial do que no romance a história teria sido diferente. De qualquer forma vale ressaltar que isso não faz a história ser ruim ou o livro. O enredo foi muito bem intricado e durante toda a leitura não tinha ideia do que estava por vir, sem falar que meu palpite sobre o assassino passou muito longe. O motivo então... Queria poder falar mais desse ponto, contudo estragaria a surpresa do livro. O elemento inesperado no meio de tantas pessoas estranhas com segredos impensáveis foi o melhor. O mais engraçado é que se o leitor for uma pessoa muito atenciosa quanto aos personagens secundários (as vítimas) ele pode até deduzir tudo depois de certo ponto. Não o assassino, mas a desculpa que ele usa para matar as pessoas. Só no final que eu percebi que realmente estava tudo ali.

Abby é uma personagem interessante, mas poderia ter sido mais explorada. O drama das lembranças esquecidas, o mistério sobre o que ela realmente viu na noite que a mãe morreu tudo isso ficou um pouco longe do foco central. Montoya até é um bom detetive, mas ao cair de amores por Abby perdeu um pouco do ar policial que o livro precisava. Colocando tudo isso na balança temos um livro bom, com um caso inteligente, mas que poderia ter sido muito mais agitado, muito mais tenso e consequentemente muito melhor. A autora tem uma escrita agradável e uma narrativa que flui bem, com descrições bem colocadas e foi inteligente ao montar seu assassino, mas acho que poderia melhor o quesito romance. Das duas uma, ou ela desiste desse ponto ou faz algo mais condizente com o gênero.

Calafrios é um livro que possui várias qualidades e por isso é difícil avaliar. Pelo lado do caso uma trama ágil, inteligente e impossível de largar antes de descobrir o final. Pelo lado do romance uma sensação de que podia ter sido melhor. É uma leitura rápida visto que você só consegue parar quando tudo é esclarecido. Uma das coisas que pensei depois de ler foi que um serial killer com essa ideia de opostos daria um ótimo episódio de série. A edição da Bertrand é linda, os tons da capa são ótimos. Um livro muito bonito com exceção da foto da autora ocupando toda a parte detrás do livro. Mas isso é detalhe. Folhas brancas, fonte agradável e diagramação muito boa. Recomendo aos que curtem o gênero policial e que buscam algo diferente dentro do gênero. Para os que gostam de livros envolvendo serial killer é perfeito. O livro não tem cenas de revirar o estômago, por isso pode ser lido por todos. Recomendado até para os que gostam de romance já que o livro anda por entre os dois gêneros. Até mais!

16 comentários:

  1. Acho que vou adicionar esse a minha lista de desejados! Gostei, e até agora, não tinha parado pra prestar atenção nele. Bela resenha, parabéns. Ah, tô ansiosa pela ultima etapa do desafio dos 6 meses. =)

    ResponderExcluir
  2. Mais um livro que entra para os desejados depois de eu ler uma resenha sua :)
    Parece ser bem interessante, vou tentar ler logo.

    Abraços !!

    ResponderExcluir
  3. Ótima resenha. Curto livros policiais e vai ser bom um livro que tem romance no meio. Gostei da sua sinceridade sobre os dois pontos do livros. A capa é mesmo muitoooo bonita. :) Bjo!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Yasmin!
    Ah, esse sim, com certeza entra para a lista! Não tenho problema em ler crimes, mesmo brutais, o problema é a descrição de tortura...
    Gostei da resenha. Tb não conhecia essa autora. A capa é linda e o conjunto chama msm a atenção.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Caramba, bem tenso!
    Mas me interessei!
    Beijos

    http://kastmaker.blogspor.com/

    ResponderExcluir
  6. Nunca tinha ouvido falar, mas pelo visto eu tb teria comprado assim que o descobri. Só a sinopse já deixa com muita vontade de ler!

    ResponderExcluir
  7. Oi Yasmin

    Eu comprei este livro quando lançou acho e até hoje não li rs. Agora recebi O último grito da mesma autora, estou curiosa pois ela é muito elogiada. Eu gostei da resenha, quero ler este logo tbm. ^^

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Que livro lindo *.*
    adoraria ler ele, realmente me parece interessante

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o livro, mas como você também gostei da capa e da sinopse, gostei de tudo, alias isso é um ótimo sinal.

    ResponderExcluir
  10. tambem não conhecia talita e nem fui muito com a cara :S, mais as resenhas do blog são muito legais :D

    ResponderExcluir
  11. Oi..

    Já parte do principio que me apaixonei pela capa, igual a você.. Durante a leitura dessa resenha fiquei desejando que esta nunca acabasse para que eu pudesse saber mais e mais sobre esse livro.. E vou querer muito ele, só estranho o fato de nunca ter ouvido falar dele..

    ResponderExcluir
  12. A capa realmente é lida e apaixonante.

    A trama é bem descrita, de leitura ágil.

    O tema tem tudo que eu gosto..ação e mistério.

    O que mais eu posso dizer além de : EU QUERO!!!!

    Thais Vianna
    @dathais

    ResponderExcluir
  13. Não leio muito policiais, a capa é ótima e a resenha tá muito boa também, me deixou curiosa e ainda tem romance ou seja quem sabe eu leio. Ótima resenha, bjo!

    ResponderExcluir
  14. Adoro policiais e não conhecia a autora, parece muito boa a história. Vou procurar saber dos outros da autora, você planeja resenhar outros dela? Adorei a trama da história. Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Leio muito poucos policiais, mas sempre achei a capa desse ai linda e como tem romance quem sabe leio, não conheço a autora, mas a história parece criativa. Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Ótima resenha. Como gosto de um bom romance policial acho que vou gostar desse livro. Pelo visto é cheio de suspense, mortes e mistério. Gostei.

    ResponderExcluir

Respeito é bom e eu gosto.
Não use palavras grosseiras, seja educado.
O blog é um lugar amigável, aja de acordo.